‘Vocês vão perder’, diz Bolsonaro sobre críticos ao seu governo

Bolsonaro participou de cerimônia comemorativa do 80º aniversário do Comando da Aeronáutica. ─ Imagem: Reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quarta-feira (20), que os “setores que teimam em remar em sentido contrário, irão perder”. O contra-ataque às críticas recentes em relação à condução da pandemia veio durante a cerimônia comemorativa do 80º aniversário do Comando da Aeronáutica. O vice-presidente e general Hamilton Mourão também estava presente na celebração.

As críticas vêm se acentuando nos últimos dias com o atraso na entrega das primeiras doses da vacina da Oxford/AstraZeneca, que ficou apenas para março, além do colapso da saúde pública no Amazonas, com falta de oxigênio em UTIs de Manaus, levando pacientes infectados com a covid-19 a morte por asfixia.

Durante seu discurso, o presidente exaltou o papel das Forças Armadas no combate à pandemia do novo coronavírus. Bolsonaro ressaltou que foram os militares que transportaram insumos hospitalares, com balões de oxigênio, e transferiram pacientes graves a outros estados para socorrer “os irmãos de Manaus”.

“Na entrega de vacinas, a Força Aérea cumpriu a sua missão, tendo em vista o seu planejamento, organização e patriotismo, além da defesa dos direitos humanos. Muito orgulhoso estou, no mais, quando somos atacados, dependendo de onde vem, tenho certeza que estamos no caminho certo”, disse o presidente da República. “Os poucos setores que teimam em remar em sentido contrário, vocês vão perder.”

Com o característico discurso nacionalista, Bolsonaro afirmou ser um presidente que trabalha por mudanças e respeita os militares, “um fato raro nas últimas três décadas do nosso país”, em alusão ao fim da ditadura militar.

“O Brasil vem experimentando mudanças ao longo dos últimos dois anos, uma das mais importantes é que temos um presidente da República que, juntamente com seus ministros, acredita em Deus e respeita os seus militares, um fato raro nas últimas três décadas em nosso país. Nós militares das Forças Armadas, seguimos o norte indicado pela nossa população, que nos orgulhamos disso. Eu me orgulho das Forças Armadas”, ressaltou o presidente.

Exoneração – Também nesta quarta, o Diário Oficial da União trouxe a exoneração do coronel Alexandre Martinelli Cerqueira do cargo de subsecretário de Assuntos Administrativos do Ministério da Saúde. Ele estava no cargo desde maio, quando o presidente aumentou a quantidade de militares em cargos estratégicos da Saúde.

Martinelli atuava diretamente no time do secretário executivo do ministério, o também coronel Élcio Franco. (R7)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here