Vereadores aprovam empréstimo de US$ 52 milhões para expansão e melhoria da Rede Municipal de Ensino

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou, em sessão extraordinária não remunerada, nesta segunda-feira (12), o Projeto de Lei nº 169/2017, do Executivo Municipal que altera a Lei nº 1.921, de 30 de outubro de 2014 e institui o Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus (Proemem), por meio do empréstimo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 52 milhões (o equivalente a R$ 172 milhões). O Projeto agora segue a sanção do prefeito, Arthur Neto (PSDB).

 

O texto do PL foi aprovado com a emenda de nº 03, apresentada pelo vereador Chico Preto (PMN) que corrige o equívoco do projeto, quando o mesmo atribui a Unidade de Gerenciamento de Projetos (UGP) a realização de licitação. A emenda, como explicou o autor, permite ao órgão fazer o acompanhamento do processo licitatório e não a realização do processo em si, que deverá ser feito por meio da Comissão de Licitação da Prefeitura.

 

Antes de ser aprovado no plenário, o projeto, que tramitou em regime de urgência, e as emendas apresentadas pelo vereador (três no total) passaram pela análise da 2ª Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), da 3ª Comissão de Finanças, Economia e Orçamento (CFEO) e da 7ª Comissão de Serviços e Obras Públicas (Comserp). As outras duas emendas, a 01 que evitava a criação de cargos pelo Executivo dentro do projeto e a 02 que trata do processo de licitação dentro da UGP/Proemem foram rejeitadas ainda na CCJR.

 

De acordo com o Projeto de Lei, embora a Lei nº 1.921 tenha instituído a unidade gestora, não criou os cargos necessários ao funcionamento da unidade, daí a proposta do Executivo com a finalidade a alteração na Lei com o fim de criar oito cargos públicos efetivamente necessários à operacionalização do programa.

 

O PL 169/2017, aprovado pelo Poder Legislativo Municipal, autoriza um empréstimo de US$ 52 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus e cria-se a Unidade de Gerenciamento de Projetos, que irá planejar e coordenar as ações gerais do programa em todas as suas etapas.

 

O projeto prevê, ainda, a construção de sete creches, 11 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e de 11 Escolas Municipais de Educação Fundamental na capital, dentro do prazo de cinco anos.

 

Além disso, a proposta visa ainda, aprimorar o rendimento e o desempenho escolar dos alunos da rede pública municipal de ensino, fortalecer a educação básica por meio de projetos pedagógicos e reforço escolar, aceleração da aprendizagem, seleção e formação de professores-formadores, gestão, monitoramento e avaliação do desempenho escolar dos alunos da Rede Pública Municipal de Ensino.

 

Vereadores

 

Os vereadores, que aprovaram o projeto por unanimidade, destacaram a importância dos investimentos a serem feitos pela melhoria da educação municipal. O líder do prefeito, vereador Joelson Silva (PSC) destacou a necessidade da construção novas escolas e dar celeridade na questão dos prédios alugados. Explicou, ainda, que a criação da Unidade Gestora e sua funcionalidade com a criação de cargos para o seu funcionamento é pré-requisito do Banco Mundial. “Para a realização dos trabalhos se faz necessário um corpo técnico”, disse.

 

Presidente da Comissão de Educação, Therezinha Ruiz (DEM) disse que desde 2015 o Executivo espera por esse empréstimo para acelerar os investimentos na educação. E tudo que está no projeto, segundo ela, é exigência do BID.

 

Também o presidente da Casa, Wilker Barreto (PHS) destacou que o modo de operação do Banco Mundial segue um padrão. “Não significa que se o recurso não for usado com a contratação de técnicos esse dinheiro vai para o saldo do empréstimo”, argumentou.

 

Destacaram também a importância do empréstimo para a Educação, os vereadores Gedeão Amorim (PMDB), Fransuá (PV), Raulzinho (DEM), Roberto Sabino (PROS), Professor Samuel (PHS), Cel. Gilvandro Mota (PTC).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here