Brasil

Vendaval afunda embarcação no MS deixando rastro de morte

Marinha e Corpo de Bombeiros junto à embarcação que naufragou em Corumbá. FOTO: Caio Tumelero/TV Morena

Ao menos seis corpos já foram encontrados  vítimas do naufrágio de um barco-hotel, no rio Paraguai, na região do Tagiloma, no Mato Grosso do Sul. Os mortos foram localizados por equipes do Corpo de Bombeiros de Corumbá, a 415 km de Campo Grande. Até o momento, 14 pessoas foram resgatadas após a embarcação afundar, na tarde de sexta-feira, durante o vendaval na região. Uma pessoa continua desaparecida.

Das seis pessoas encontradas sem vida, duas foram identificadas. Fernando Gomes e Geraldo Alves eram passageiros do barco. A embarcação era usada pelo grupo para praticar pesca. Como a contratação do modelo do barco é feita, em geral, direto com o dono ou com quem pilota a embarcação, as informações sobre os passageiros não costumam ser repassadas à Marinha. Isso está dificultando a identificação das vítimas.

Os pescadores relataram que foram surpreendidos pela tempestade de areia que atingiu Corumbá nesta tarde, quando houve um forte vendaval, com ventos acima de 45 km/h e chuva. O grupo era composto por 12 goianos e nove tripulantes que moram na região.

Com auxílio da Marinha e de oficiais de Corumbá, as buscas foram intensificadas na manhã deste sábado. Pelo menos 12 mergulhadores e especialistas na área foram enviados de Campo Grande para a região.

O barco, conhecido na região como barco de esporte e recreio, afundou em trecho do Rio Paraguai, a cerca de 10 km de Corumbá. (AGÊNCIA O GLOBO)

Deixe um comentário