Vanessa Grazziotin tenta paralisar comissão do impeachment

Sen. Vanessa Grazziotin
Sen. Vanessa Grazziotin
Sen. Vanessa Grazziotin

Diante da derrota do governo já pavimentada na comissão do impeachment, aliados da presidente Dilma Rousseff tentam, a todo custo, paralisar os trabalhos do colegiado. Em meio a esse esforço, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) pediu na sexta-feira (29) a suspensão da comissão até o julgamento das contas do governo de 2015 – o que ainda não tem data para ocorrer. O Congresso Nacional sequer votou as contas de 2014, já rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O resultado do ano passado não foi deliberado nem mesmo pela corte, e carece, em seguida, de análise do Parlamento.

A maquiagem contábil realizada em 2015, por meio das chamadas pedaladas fiscais, é o principal embasamento para o pedido de afastamento de Dilma Rousseff do Planalto. “Onde poderiam estar as provas se os órgãos competentes sequer concluíram seu trabalho? Se não há conclusão, como poderia haver a prova?”, questionou a senadora.

No momento da questão de ordem, o presidente da comissão, Raimundo Lira (PMDB-PB), estava ausente, sendo substituído interinamente por Rose de Freitas (PMDB-ES). Ela recolheu o questionamento e disse que vai respondê-lo “oportunamente”. Vanessa pediu também a suspeição do relator da comissão, o tucano Antonio Anastasia (MG).

(Com Veja On-Line)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here