Agropecuária

Vacinação contra febre aftosa termina no dia 31 em oito municípios do AM

FOTO: Divulgação/Adaf

A primeira etapa da campanha “Amazonas sem Febre Aftosa” entra em sua reta final em oito municípios do estado. Pecuaristas de Barcelos, Carauari, Juruá, Novo Airão, Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira e sede de Tapauá têm até 31 de maio para vacinar seus rebanhos. Nessas cidades, a campanha começou em 1º de maio, com a expectativa de imunizar aproximadamente 18 mil animais. A campanha é realizada pelo Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf).

Os pecuaristas são responsáveis pela aquisição das doses de vacina nas casas agropecuárias registradas na Adaf ou no escritório do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) do seu município.

Após vacinar o gado, os pecuaristas terão prazo até 15 de junho para notificar a imunização do rebanho nas unidades da Adaf ou do Idam. A Adaf alerta que é um compromisso do produtor realizar a vacinação nos animais e a notificação, evitando multas e restrições. Quem não vacinar o rebanho fica impedido de retirar e receber a Guia de Trânsito Animal (GTA), participar de eventos agropecuários e transportar animais para a comercialização.

A multa é de R$ 40 por cabeça de gado não imunizado e de R$ 300 por propriedade, além do pagamento dos custos de deslocamento para a Adaf realizar a vacinação, de acordo com a Lei nº 2.923, de 27 de outubro de 2004, e o Decreto nº 25.583, de 28 de dezembro de 2005.

A campanha “Amazonas sem Febre Aftosa”, é uma ação do governo do Estado por meio da Adaf, com apoio do Sistema Sepror (Idam, Adaf e ADS), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Superintendência Federal da Agricultura no Amazonas (SFA-AM) e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea).

*Com informações da assessoria

Deixe um comentário