Utilização do ovo líquido pasteurizado será tema apresentado em Workshop

No evento serão mostradas as alternativas de utilização do ovo líquido pasteurizado
No evento serão mostradas as alternativas de utilização do ovo líquido pasteurizado
No evento serão mostradas as alternativas de utilização do ovo líquido pasteurizado

Promover a utilização do ovo líquido pasteurizado por meio de receitas práticas e criativas. Esta é a proposta de uma oficina que acontece nesta quinta-feira, 17, das 18h às 21h no SENAI da Bola da Suframa.

O evento é destinado aos profissionais das principais panificadoras e confeitarias da cidade e será ministrado pelo engenheiro de alimentos, Paulo Barreto, que demonstrará, na prática, as alternativas de utilização do ovo líquido pasteurizado, novidade no mercado local.

A “Oficina para Demonstração de Utilização do Ovo Líquido Pasteurizado na Indústria de Confeitaria e Panificação” será promovida pela Fazenda São Pedro, a única fabricante do produto no Amazonas, em parceria com o Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Amazonas (Sindpam-AM) e o apoio do SENAI-AM.

O produto – Os ovos pasteurizados são oferecidos aos clientes em garrafas de 1kg e de 5kg, em três versões: claras pasteurizadas (ideal para massas, suplementos, suspiros e merengues); gemas pasteurizadas (para confeitaria, panificação, maionese e molhos); e ovos pasteurizados (utilizado em massas, doces e confeitaria).

Segundo Luís Mário Peixoto, diretor da Fazenda São Pedro, o ovo líquido pasteurizado é produzido com ovos selecionados e sem a utilização de conservantes ou quaisquer outros ingredientes, além de proporcionar um ganho de tempo, praticidade e qualidade final dos produtos, entre outros. “A utilização do ovo líquido pasteurizado elimina os riscos de contaminação por microrganismos vivos e pela bactéria Salmonella, além de evitar a perda, com a utilização direta do produto sem perda de tempo na quebra dos ovos. Os resultados são receitas finas e sempre na mesma qualidade final, sem variação de sabor e com a garantia de uma alimentação sadia”, destacou Luís.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here