UFC: Marlon Moraes é nocauteado por Sandhagen com chute na cabeça

Cory Sandhagen venceu Marlon Moraes por nocaute técnico com 1m03s do R2 — Foto: Getty Images

Cory Sandhagen conseguiu a maior vitória de sua carreira neste sábado ao nocautear Marlon Moraes de forma espetacular na luta principal do UFC realizado na “Ilha da Luta”, em Abu Dabi. Ao vencer o brasileiro, que é o número 1 do ranking dos galos, o americano se colocou como um possível desafiante ao cinturão da categoria.

“Marlon é um cara muito perigoso, então eu quis me manter seguro com a distância. Acho que eu o machuquei com alguns golpes no corpo e o chutei muito bem na cabeça. Notei que tinha um inchaço perto do olho direito, o que normalmente quer dizer uma fratura na orbital, então resolvi atacar aquele lado. O TJ Dillashaw volta em janeiro e o Frankie Edgar está disponível, então quero enfrentar um desses caras e logo depois ir para o cinturão”, pediu o vencedor.

A luta foi definida no segundo round, a 1min03. Sandhagen acertou um lindo chute rodado no rosto de Marlon, que caiu de dando uma cambalhota para trás. O americano partiu pra cima e, depois de alguns golpes, o árbitro encerrou o combate.

Foi a sexta vitória de Sandhagen em sete lutas – a terceira por nocaute. Também foi a primeira vez que o lutador americano liderou um card do UFC. Marlon, por sua vez, conheceu seu terceiro revés em oito combates na organização.

Outros quatro brasileiros subiram no octógono em Abu Dabi neste sábado e apenas um venceu: Edson Barboza, que derrotou o finlandês Makwan Amirkhani no coevento principal da noite por decisão unânime dos jurados (30-27, 30-26 e 29-28). Ele teve grande atuação no combate pelo peso pena (até 66kg), com três knockdowns, e encerrou a sequência de três derrotas, sendo as últimas duas de forma controversa.

Também pelo card principal, Markus Maluko foi nocauteado por Dricus du Plessis. o sul-africano encaixou golpes contundentes para vencer aos 3min22s do primeiro round. Com o resultado, o brasileiro perdeu a segunda consecutiva, enquanto o seu adversário, que fez sua estreia no Ultimate, conquistou o terceiro triunfo seguido.

Pelo card preliminar, o peso pesado Zé Colmeia perdeu a invencibilidade de oito combates no MMA profissional ao sofrer nocaute em 45 segundos. Chris Daukaus aplicou no brasileiro um golpe de esquerda e o deixou balançado. Na sequência, o americano apenas completou o trabalho no “ground and pound” até a interrupção do árbitro.

No primeiro confronto da noite, Tagir Ulanbekov superou Bruno Bulldoguinho em um combate equilibrado, pela divisão dos moscas. Vindo de duas derrotas e precisando vencer, o brasileiro teve um bom início, mas viu o russo crescer a partir do segundo assalto e vencer por decisão unânime dos juízes.

[Estadão Conteúdo]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here