UEA abre Curso de Pedagogia do Campo em área de conservação da Amazônia

(Foto: Divulgação)

Visando formar profissionais capacitados e inseridos na realidade de suas populações para atuar no processo de organização do trabalho pedagógico em comunidades relacionadas às áreas de conservação da Amazônia na região do Médio Juruá, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) iniciou, no dia 28 de agosto, a primeira turma do Curso de Licenciatura em Pedagogia do Campo em Bauana, no município de Carauari (a 788 quilômetros de Manaus). A turma é composta por 55 alunos de comunidades tradicionais da região.

O Curso de Pedagogia do Campo nasce frente às demandas do estado, originadas da reivindicação de comunidades ribeirinhas.  Neste processo, a sua elaboração é o resultado do trabalho coletivo iniciado pelo Fórum do Território do Médio Juruá, num movimento de articulação entre universidade e a sociedade.

“Dessa forma, salientamos aspectos importantes, entendendo que sua identidade não se constitui em algo fixo, mas processual, possibilitando aos sujeitos envolvidos reflexões e ações concretas na formação de professores e, como desdobramento desta, na educação básica, que poderá se materializar em práticas que poderão contribuir na contextualização do ensino numa perspectiva crítica em relação À nossa realidade, frente aos desafios do contexto amazônico”, ressalta a coordenadora do curso, Lucinete Gadelha.

Estrutura do curso – O processo de construção do curso é fruto das parcerias inicialmente com a Fundação Amazonas Sustentável  (FAS), Prefeitura de Carauari, Movimentos participantes do Fórum do Território como Associação dos Produtores Rurais de Carauari (Asproc), Amaru, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), entre outros.

O esforço dos parceiros gerou um convênio com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) pelo Programa Universidade Aberta do Brasil, em que o curso tem 20% da carga horária mediado por tecnologia com utilização de um Ambiente Virtual de Aprendizagem com suporte do Programa Pró-Inovalab da UEA. Na ocasião, a instituição implementou uma versão da plataforma AVA/UEA para atender os estudantes por meio de um servidor web local, com acesso à sala de aula virtual do curso a partir do Laboratório de Informática, sem a necessidade de conexão ininterrupta com Internet.

O curso de Licenciatura em Pedagogia do Campo está dividido em eixos de formação, seguindo os objetivos propostos em sua relação com o conjunto de disciplinas na estrutura curricular. Nesta perspectiva, o curso terá eixos que buscam se articular no processo formativo. Cada eixo (ano) está dividido em duas etapas ou semestres no período do ano letivo, com tema gerador e objetivo a ser desenvolvido por meio das disciplinas.

Ao final de cada etapa, haverá atividade denominada de “Seminários de Estudos Integradores”, que reunirá a produção de conhecimento vindo do direcionamento das disciplinas na etapa ou semestre cursado. As disciplinas serão planejadas com base na Pedagogia Alternância, possibilitando aos sujeitos envolvidos reflexões e ações concretas com desdobramentos na educação básica que poderão contribuir na contextualização do ensino numa perspectiva crítica em nosso contexto amazônico.

“Esse curso é direcionado totalmente aos moradores dessas comunidades de Carauari e acontece na base da FAZ, que fica mais ou menos a 4 horas de lancha do município. É um curso modular, semipresencial, em que os alunos têm uma carga horária de 80% em sala de aula, com o professor, e 20% com atividades on-line, no laboratório de informática da UEA. Ressalto que, sem as parcerias, ficaria inviável realizar o curso nesta comunidade”, disse o coordenador do Núcleo de Educação a Distância da UEA, Marcelo Tavares.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here