Saúde

UBS Fluvial de Manaus leva vacina contra a Covid-19 a moradores da Calha do Rio Negro

FOTO: João Viana

Até o próximo dia 14/5, a Prefeitura de Manaus vacinará contra a Covid-19 cerca de 1,1 mil moradores das comunidades existentes ao longo da Calha do Rio Negro. Na última quarta-feira, 5/5, a Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF) Dr. Antônio Levino saiu do porto São Raimundo, zona Oeste, para uma viagem de nove dias, durante a qual percorrerá oito localidades da área de abrangência do município.

A UBSF navegará até as comunidades Tupé, Jaraqui, Santa Maria, Apuaú, São Francisco, Lindo Amanhecer, Igarapé-Açu e Cuieiras. Na viagem, que segue o cronograma de atendimentos para essas áreas, a equipe vacinará, além do grupo de 18 a 59 anos de idade, com e sem comorbidades, com a primeira dose, também 226 idosos de 60 anos e mais, e 46 trabalhadores da saúde com a segunda dose do imunizante contra a Covid-19.

“O atendimento nessas áreas, cujo acesso só é possível pelos rios, exige uma logística diferenciada. Precisamos otimizar o planejamento, levando, em cada viagem, o máximo possível de serviços, porque devemos considerar os custos com combustível, entre outras despesas que envolvem esse deslocamento. Com base nisso, nossa equipe fará, além dos atendimentos e acompanhamentos de pacientes que já são da rotina, a vacinação contra a Covid-19 e contra a Influenza, para os grupos da fase atual”, disse a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe.

O diretor da UBSF Dr. Antônio Levino, Assis Cavalcante da Silva, explicou, antes da partida da unidade, que todas as etapas são bem planejadas, para que nenhum comunitário fique sem o atendimento que precisa.

“Nós temos um calendário anual, com viagens programadas para cada mês. Para facilitar os atendimentos, os moradores das comunidades são informados pelos agentes comunitários de cada base e assim, quando a UBSF chega, a equipe já inicia as consultas e os procedimentos planejados de forma bem organizada. Ficamos em média, meio período em cada comunidade, à exceção de três, que são Bela Vista do Jaraqui, São Sebastião do Cuieiras e Santa Maria, que são as maiores, mais populosas. Nessas passamos um dia inteiro”, contou.

A equipe da unidade fluvial está levando, ainda, doses para vacinar contra a gripe, 32 grávidas, 11 puérperas, 253 crianças de seis meses a menores de seis anos, e 66 profissionais de saúde.

Outras localidades

No começo da semana, a Semsa também iniciou a vacinação dos grupos prioritários das calhas dos rios Negro e Tarumã, que são Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora do Livramento, a 15 quilômetros de Manaus, e Nossa Senhora de Auxiliadora, na margem esquerda do rio Tarumã-Açu, com distância aproximada da cidade, de 50 quilômetros em linha reta.

*Com informações da assessoria

Deixe um comentário