Tumulto no Puraquequara é controlado pela Polícia Militar

No final da tarde desta sexta-feira, 22/12, detentos da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), localizado na Estrada do Puraquequara, no Km 2, deram início a uma rebelião aproveitando um descuido da segurança.

As informações colhidas até o momento dão conta que um dos preso estaria supostamente passando mal. Outros quatro aproveitaram para forçar passagem quebrando grades e também utilizaram uma chave improvisada para abrir outras celas.

Os amotinados seguiram em direção ao pátio onde tomam banho de sol e lá ficaram. A Tropa de Choque da Polícia Militar foi acionada para controlar a situação.

O secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva, informou há pouco que a confusão toda é porque os detentos pediram à direção para liberar visitas neste sábado (23), véspera de Natal, o que não foi atendido. Por sua vez,  também disse que o assunto não tratado como uma rebelião.

No momento, a situação é considerada sob controle e apenas uma viatura da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) faz patrulhamento na área. Os presos estão sendo reconduzidos aos poucos às suas celas de origem.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) emitiu nota sobre o ocorrido. Confira abaixo.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informa que não procede a informação de que a Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) está registrando uma movimentação de rebelião no início da noite desta sexta-feira (22/12). A UPP passou por uma ação de revista na manhã desta sexta, procedimento este que faz parte da “Operação Cerberus” da Seap com as Forças do Sistema de Segurança Pública do Amazonas.

No momento a unidade passa por um procedimento de transferência de presos com o intuito de evitar alterações e para garantir o controle da unidade. As ações da operação estão transcorrendo dentro da normalidade, sem alteração ou movimentação que prejudique a ordem da UPP.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here