TSE nega recurso de Pongó e nova eleição será marcada em Caapiranga

Foto: Reprodução

Na última terça-feira (13), na 138ª Sessão Ordinária do Pleno do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, foi julgado, no colegiado do Plenário, o Recurso Ordinário em Agravo Regimental nº 29675, relativo a Antônio Lima (o Pongó-PMDB), Prefeito Cassado de Caapiranga/AM, município a 134km de Manaus.

Na Decisão, que tinha como Relator do Processo o Ministro Jorge Mussi do TSE, o colegiado do Tribunal negou provimento, por UNANIMIDADE, ao recurso de Pongó, última chance de tentar protelar uma decisão de nova eleição em Caapiranga.

Com a Decisão, aguarda-se apenas a publicação do acórdão, que deve sair na semana que vem, para que, tanto Pongó, quanto seu vice Canarana (Moisés Filho-PMDB), tenham, definitivamente, a chapa eleitoral cassada.

Pongó (e Canarana), já foram cassados, por unanimidade pelo TRE-AM, mas ingressou com recursos no TSE, que teve negado seguimento em decisão monocrática do relator min. Jorge Mussi.

Dessa vez, foi o Pleno do TSE quem cassou, definitivamente, a chapa majoritária dos eleitos em 2016 em Caapiranga.

Está assumindo a Prefeitura o Presidente da Câmara Francisco Braz (Tico Braz) do DEM, que deve concorrer a vaga de prefeito tampão.

Antônio Lima e Moisés Filhos (cassados) não poderão ser candidatos para o mandato tampão e estão inelegíveis por 8 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here