Trump é retirado de coletiva de imprensa após tiroteio na Casa Branca

O presidente foi escoltado pelos agentes do serviço secreto, logo no início da coletiva de imprensa.

Depois de falar apenas durante alguns minutos numa coletiva de imprensa agendada para esta segunda-feira, Donald Trump foi retirado da sala de imprensa da Casa Branca pelo serviço secreto, sem explicações.

A transmissão em direto da conferência da Casa Branca foi interrompida momentaneamente, com alguns dos jornalistas presentes a indicar, nas redes sociais, que foram ordenados a sair da sala por causa de um suposto tiroteio no exterior do edifício.

Poucos minutos depois, o presidente dos Estados Unidos regressou à sala de imprensa e confirmou tratar-se de um tiroteio nas imediações da Casa Branca, mas sublinhou que os serviços secretos neutralizaram a ameaça, sem conseguir adiantar mais detalhes. Trump disse que foi levado para a Sala Oval e que o suspeito foi baleado e levado para o hospital.

“As autoridades neutralizaram uma pessoa, que é o suspeito, está a caminho do hospital, não tenho informações quanto ao seu estado”, disse o governante republicano, garantindo que, em breve, serão prestados mais esclarecimentos.

“Ficou abalado, senhor presidente?”, questionou uma jornalista. “Não sei. Pareço abalado?”, respondeu. “É trágico, mas isto é o mundo… O mundo sempre foi um lugar perigoso. Não é algo novo. Ao longo dos séculos, o mundo sempre foi um lugar perigoso”, completou.

Fonte: NAOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here