Tribunal nega apelação da defesa de Ronaldinho e ex-craque permanece preso

Ronaldinho Gaúcho está preso há mais de uma semana em presídio no Paraguai. ─ Foto: Jorge Adorno/Reuters

O Tribunal de Apelação do Paraguai ratificou a prisão preventiva de Ronaldinho Gaúcho e de seu irmão, Roberto de Assis Moreira, na Agrupácion Especializada da Policia Nacional, em Assunção. Com essa determinação, o ex-jogador de futebol continuará detido na cadeira de segurança máxima. A decisão foi tomada nesta sexta-feira pela mesa julgadora formada pelos magistrados Gustavo Santander, Gustavo Ocampo e Pedro Prefeito Martínez, segundo informações do Extra.

Os juízes da Câmara de Apelação entenderam que ainda há perigo de fuga e de obstrução às investigações sobre o caso. O pedido foi feito pela defesa do ex-jogador na quinta-feira. Foi a terceira vez que a defesa tentou tirar o ex-craque e seu irmão da cadeia. Os advogados solicitaram que eles fossem beneficiados com a medida alternativa de prisão domiciliar e apresentasse como segurança uma propriedade que não tem relação direta com os suspeitos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here