Tom Veiga foi vítima de um AVC

Corpo do intérprete do Louro José será levado Cemitério do Caju, nesta terça, e enterrado em São Paulo, na quarta.

O Mais Você desta segunda-feira revelou que a causa da morte de Tom Veiga foi um acidente vascular cerebral (AVC), por causa de um aneurisma. O corpo do intérprete do Louro José deixou o IML de São Cristóvão no fim desta manhã. Haverá um velório no Cemitério da Penitência, no Caju, na manhã desta terça. O corpo será enterrado em São Paulo, na quarta.

Tom, que tinha 47 anos, foi encontrado morto, neste domingo, em sua casa, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O ator André Marques foi o primeiro a chegar no local e, em um vídeo divulgado na Internet, se emocionou bastante ao falar do amigo.

Desde a informação da morte do artista, muitos famosos se manifestaram pela Internet. O nome do paulistano e do personagem que interpretava está entre os assuntos mais citados nas redes sociais desde ontem.

Nesta manhã, o “Mais Você” fez uma homenagem ao intérprete do Louro José. Desde o início do programa, a apresentadora na Maria Braga esteve bastante emocionada, chorando por diversas vezes.

A morte do artista é investigada pela 16ª DP (Barra da Tijuca).

O QUE É UM AVC?

O acidente vascular cerebral ocorre quando há um entupimento ou rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro, provocando a paralisia de uma área cerebral. De acordo com o Ministério da Saúde, é uma das principais causas de morte e internações no mundo.

O aneurisma é uma das causas para um AVC, trata-se da dilatação anormal de uma artéria. Segundo o Ministério da Saúde, os aneurismas podem ocorrer em qualquer artéria do corpo, como as do cérebro, do coração, do rim ou do abdômen. Os do tipo cerebral e da aorta torácica e abdominal apresentam altas taxas de mortalidade.

Fonte: O Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here