Supremo Tribunal Federal nega recurso de Xuxa e permite filme erótico no Google

xuxaO ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello recusou, na última sexta-feira (26), um recurso de Xuxa Meneghel e manteve a permissão do Google para exibir resultados de pesquisas com o nome da apresentadora relacionado a cenas do filme “Amor Estranho Amor”, no qual ela aparece em cenas sensuais com um adolescente.Celso de Mello alegou não encontrar questões constitucionais que pudessem reabrir a ação de 2010. Na época o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro proibiu o Google de exibir qualquer resultado quando a pesquisa fosse relacionada ao filme. O Google recorreu e, em 2012, a decisão foi derrubada porque “um site de pesquisa não pode ser responsabilizado por conteúdos nem fiscalizar páginas de terceiros”.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here