Site facilita registro de empresas na Junta Comercial do Amazonas

site=super=facilOs processos de abertura, alteração e fechamento de negócios no Amazonas agora são iniciados pela internet. A modernização do cadastro na Junta Comercial do Estado (Jucea) veio com o site “Empresa Super Fácil”, serviço que reduz a burocracia para empreendedores, amplia o controle sobre a arrecadação de impostos e gera maior segurança nos dados empresariais. Em fase de implantação, o serviço vai unificar a legalização em todos os órgãos de registro e licenciamento, criando um cadastro único para empresas.

Desde fevereiro, todo o processo de abertura, modificação e baixa de negócios é iniciado pelo site “Empresa Super Fácil”, disponível no endereço www.empresasuperfacil.am.gov.br. O Amazonas é um dos pioneiros no país na aplicação da Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Rede Sim), sistema que as Juntas Comerciais do Brasil estão criando para facilitar a vida dos empreendedores. A medida tem agradado quem busca a Jucea para legalizar suas atividades econômicas. A contadora Nazaré Teles, que trabalha com registro de empresas há uma década, afirma que, com as mudanças, reduziu seu tempo de trabalho e pôde assumir mais clientes.

site=super=facil02“O maior ganho é na agilidade. A gente tem mais condições de elaborar todos os processos. Temos a consulta prévia e depois, imediatamente, damos seguimento às etapas para legalização. O sistema já faz todos os procedimentos, ganhamos tempo com isso”, comenta. No início do ano, cerca de 100 contadores foram treinados pela Jucea, em parceria com o Conselho Regional de Contadores do Amazonas, para usar o novo sistema.

O “Empresa Super Fácil” está disponível para todas as etapas jurídicas e tipos de empreendimento. O site oferece todas as orientações para os procedimentos. Com os documentos em mãos, o interessado pode fazer a consulta prévia da disponibilidade do nome da empresa, a inscrição na Junta Comercial e transmitir os dados para o cadastro na Receita Federal. A presença na Jucea só é necessária para a validação dos documentos da empresa, a última etapa da legalização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here