Sinteam denuncia caso positivo de Covid-19 em escola estadual

Imagem: Reprodução

Professores e alunos da Escola Estadual Maria do Céu Vaz D´Oliveira, localizada na Cidade Nova, zona norte de Manaus, estão apreensivos, pois uma professora testou positivo para Covid-19 e teve contato com os colegas os alunos até o dia de ontem (segunda-feira). “É disso que falamos quando pedimos a suspensão das aulas para a Seduc e para a Justiça. O vírus continua circulando e não é um vírus qualquer. Ele mata. Nossos colegas estão com medo”, disse a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam), Ana Cristina Rodrigues, ao Blog da Floresta.

Segunda ela, representantes da Secretaria tentam responsabilizar os próprios trabalhadores pelo acontecimento.

“Pior que isto é a negativa da Hapvida em fazer os testes, pois a servidora procurou o plano de saúde, sem êxito. Diante disto, pagou o teste particular”, contou a presidente do Sinteam.

O Governo do Estado tem anunciado que os trabalhadores da educação podem usar o plano de saúde para fazer o exame mas não é isso o que tem acontecido. “Estamos recebendo denúncias de colegas que procuram o plano, inclusive com sintomas, mas a Hapvida diz que não faz o teste”, conta Ana Cristina.

“Um outro caso suspeito de Covid-19 foi denunciado na Escola Estadual Dulcineia Varela Moura, na qual também estivemos, mas como não foi possível a realização do teste, estamos acompanhando a situação”, disse Ana.

NOTA DA SEDUC SOBRE CASO DE COVID-19

“A Secretaria de Estado de Educação e Desporto informa que, tão logo foi notificada pela servidora da Escola de Tempo Integral Maria do Céu sobre o teste positivo para o novo coronavírus, adotou os procedimentos previstos nos Protocolos de Saúde junto à Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).

Nesta terça-feira (11/08), os estudantes e professores foram liberados e a escola passa por um novo processo de desinfecção do ambiente para que as atividades sejam retomadas.

A Secretaria de Educação informa, ainda, que está dando início ao procedimento de monitoramento da saúde dos estudantes e professores, conforme o Procedimento Operacional Padrão (POP) definido previamente, que será acompanhado pelas autoridades em saúde.

Segundo a equipe gestora, a servidora não apresentava sintomas e retornou ao trabalho normalmente. Na noite de ontem (10/08), segundo ela, após um mal estar, procurou assistência médica. Conforme o documento apresentado pela servidora, o teste foi realizado ontem e o resultado positivo emitido no mesmo dia.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here