Simpósio sobre reprodução de peixes reunirá pesquisadores internacionais em Manaus

Para debater e apresentar as mais recentes descobertas científicas sobre fisiologia reprodutiva de peixes, renomados especialistas de países da América do Norte, Europa, Ásia e América Latina estarão reunidos no Amazonas, entre os dias 3 e 8 de junho, na 11ª edição do Simpósio Internacional sobre Fisiologia da Reprodução de Peixes. O evento será realizado no Tropical Hotel Manaus e as inscrições estão abertas no site www.isrpf2018.com.br.

A expectativa é reunir mais de 300 acadêmicos e profissionais da área, com o objetivo de promover um intercâmbio técnico-científico e estabelecer futuras colaborações voltadas ao desenvolvimento da piscicultura regional e mundial.

Entre os pesquisadores internacionais confirmados, destaque para François Chauvigné, pesquisador do Instituto de Pesquisa e Tecnologia Agroalimentar (IRTA), em Barcelona, na Espanha; Manfred Schartl, professor titular de Bioquímica na Faculdade de Medicina da Universidade de Würzburgo, na Alemanha; Goro Yoshizaki, professor do Departamento de Biociências Marinhas da Universidade de Ciência e Tecnologia Marítima de Tóquio, no Japão; Wei GE, professor e doutor associado da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Macau, na China; e Adelino Canario, professor de Biologia Celular e Fisiologia Reprodutiva, diretor do Centro de Ciências Marinhas e líder do grupo Comparativo de Biologia Molecular e Integrativa da Universidade do Algarve, em Portugal.

A programação e palestras serão realizadas em inglês e terão enfoque nas “Novas fronteiras na diversidade reprodutiva em um ambiente em mudança”, tema escolhido para esta edição do simpósio.

“O tema faz referência à enorme diversidade mostrada pelas espécies da América do Sul e à rica diversidade de estratégias reprodutivas observadas no peixe em geral, além de aludir os desafios impostos pelas mudanças ambientais globais”, explica o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), Luiz Renato de França, coordenador do evento.

O Simpósio Internacional sobre Fisiologia da Reprodução de Peixes acontece a cada quatro anos, desde 1977. A capital amazonense será a primeira cidade da América Latina a sediar o evento, que já teve edições na Europa, América do Norte e Ásia.

“Estamos bem otimistas e acreditamos que será um grande sucesso com a participação de brasileiros, especialmente da Região Norte, pois se trata de uma oportunidade ímpar de interação com a comunidade científica mundial”, enfatiza França.

A realização ocorre em parceria com Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Nilton Lins, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Amazônia Ocidental (Embrapa), Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Universidade Estadual Paulista (UNESP/Botucatu), Universidade de São Paulo (USP) e Centro de Aquicultura da UNESP (CAUNESP/Jaboticabal). Também recebe apoio do CNPq, CAPES e FAPEAM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here