Meio Ambiente

Silves e Itapiranga recebem ações da campanha Floresta Faz a Diferença

Sema tem realizado ações de educação ambiental no interior do estado. FOTO: Divulgação / Sema

Os municípios de Silves e Itapiranga (distantes 204 e 227 quilômetros de Manaus, respectivamente) vão receber ações de sensibilização e educação ambiental, por meio da campanha Floresta Faz a Diferença, entre os dias de 14 a 17 de setembro. Idealizada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), a campanha objetiva combater o desmatamento e as queimadas ilegais no Amazonas.

“Tão importante quanto a repressão é a educação ambiental para impedir o avanço do desmatamento e das queimadas. Neste sentido, o Governo do Amazonas tem adotado estratégias de diálogo com a população. Sabemos que muitas atividades que envolvem o uso do fogo, por exemplo, são culturais. Nosso papel não é condenar o cidadão por esta prática, mas sim dialogar sobre alternativas para minimizar impactos, sobretudo no período de estiagem”, destacou o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

Nos dias 14 e 15, as ações educativas ocorrem no município de Silves. Já nos dias 16 e 17, em Itapiranga. A programação envolve dois dias de atividades em cada município. No primeiro dia, o público-alvo são lideranças locais, agentes comunitários de saúde e professores. O segundo dia é destinado a produtores e agricultores.

A sensibilização destes públicos acontece por meio de palestras interativas, que trazem informações relevantes sobre a legislação vigente e propõem atividades em que os participantes podem compartilhar experiências e tirar dúvidas. Os encontros serão conduzidos pelo assessor técnico do Núcleo de Educação Ambiental (Nuedam) da Sema, Adriano Rodrigues.

“Uma coisa que eu sempre falo nas palestras é que todo crime provém de uma irregularidade, mas nem toda irregularidade é um crime. No interior, a maior parte dos focos de calor são de agricultura familiar. Esse fogo não é criminoso, mas é irregular. Por isso, apresentamos e discutimos alternativas para que a população faça um roçado menos agressivo ao meio ambiente”, explicou.

A agenda tem o objetivo de atuar em 20 municípios da região metropolitana e sul do estado. Os municípios de Autazes, Boca do Acre, Boa Vista do Ramos, Canutama, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Manicoré, Novo Airão, Novo Aripuanã e Presidente Figueiredo já receberam as atividades de sensibilização.

Até o final do ano, a campanha Floresta Faz a Diferença deve passar pelos municípios de Humaitá, Lábrea, Rio Preto da Eva, Manaquiri e Manaus.

Unidades de Conservação

As Unidades de Conservação (UCs) também estão sendo assistidas com campanhas educativas, palestras, oficinas e distribuição de informativos sobre desmatamento e queimadas. Na agenda, 25 UCs devem receber a sensibilização.

Em paralelo à campanha, a Sema também realiza a formação Roçado Sem Fogo, uma capacitação para diminuir os focos de calor relacionados às atividades tradicionais de roçado e limpeza de terrenos com uso do fogo.

Deixe um comentário