Sidney Poitier, primeiro ator negro a ganhar Oscar, morre aos 94 anos

(Foto: Danny Moloshok/Reuters)

Sidney Poitier, primeiro negro a vencer o Oscar de Melhor Ator, morreu aos 94 anos. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (7) por Fred Mitchell, Ministro das Relações Exteriores das Bahamas, aos sites internacionais. A causa e o local da morte não foram informados.

Cidadão bahamense-americano, Poitier levou o Oscar por seu trabalho em “Uma Voz nas Sombras”, em 1963.

O ator também é conhecido por seu trabalho em “Ao Mestre, com Carinho”, “Adivinhe Quem vem para Jantar” e “No Calor da Noite”, todos lançados em 1967.

Sidney Poitier, que era um dos últimos astros vivos da Era de Ouro de Hollywood, foi homenageado pela Academia em 2002, recebendo o Oscar pelo Conjunto da Obra, por sua contribuição ao cinema.

Além de seu trabalho nos cinemas, Poitier também foi um grande ativista pelos direitos civis, recebendo por sua constante atuação na causa, a Medalha Presidencial da Liberdade pelo presidente Obama, em 2009.

Além disso, também foi Embaixador das Bahamas no Japão entre os anos de 1997 e 2007. Poitier foi casado por 45 anos com sua mulher, Joanna, com quem teve seis filhas. Entre elas, a atriz americana Sydney Tamiia Poitier.

*Com informações do G1