Servidores da SEDUC recebem nova proposta para terminarem greve

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), apresentou na tarde desta quarta, dia 4, uma nova proposta de reajuste salarial e concessão de outros benefícios para tentar encerrar a greve de professores e outros profissionais do setor nas escolas públicas da rede estadual.

Apresentada pelo secretário Lourenço Braga, a nova oferta do governo é de reajuste salarial de 15,53%, sendo 7,41% dos anos de 2017 e 2018, e 8,12% da data-base de 2015. A categoria está sem receber os reajustes desde 2014.

Lourenço afirmou que os índices dessa proposta é o máximo que o Governo do Estado pode conceder. Os representantes sindicais presentes ao anúncio vão avaliar a oferta.

Promete também o governo não descontar os dias parados pela greve, que começou no final de março.

Outro ponto da nova proposta é a promoção vertical de 3.516 professores e pedagogos do interior e da capital, aumento do auxílio-alimentação para R$ 420 para todos os profissionais em atuação nas escolas e a volta dos R$ 220 para os servidores administrativos.

Também oferece o governo o fim do desconto de 6% no contracheque do vale-transporte. Com informações do BNC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here