Sepror assina convênio com BNDES que disponibilizará R$ 14,9 milhões ao Amazonas

41 municípios serão beneficiados diretamente com ações provenientes deste convênio, afirmou Eron
41 municípios serão beneficiados diretamente com ações provenientes deste convênio, afirmou Eron

O Estado do Amazonas vai receber R$ 14,9 milhões do Fundo Amazônia para estimular atividades produtivas sustentáveis de comunidades tradicionais e povos indígenas. O contrato da operação foi assinado nesta quinta-feira, 12 de dezembro, no Rio de Janeiro, pelo diretor da área de Meio Ambiente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Guilherme Lacerda, e pelo titular da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), Eron Bezerra.

“É a consolidação de uma política que a Sepror vem desenvolvendo. Não há desenvolvimento sem sustentabilidade e nem sustentabilidade sem desenvolvimento”, ressalta o secretário.

A operação com recursos não reembolsáveis tem como objetivo apoiar iniciativas de conservação e uso sustentável dos ativos florestais do Estado do Amazonas, por meio do estímulo à retomada da exploração de seringais nativos e da agregação de valor à cadeia da castanha-do-Brasil junto à população tradicional extrativista. O projeto também visa ao fomento de atividades produtivas em comunidades indígenas, além de estudos, capacitação e assistência técnica rural.

De acordo com Eron Bezerra, 41 municípios serão beneficiados diretamente com ações provenientes deste convênio. “Iremos reforçar o extrativismo com sustentabilidade, investiremos em novos kits sangria, haverá ampliação no número de técnicos direcionados a atender e estimular a agricultura indígena e, será construída uma fábrica de castanha em Tefé. É uma série de benefícios que orgulha todos que atuam no Sistema Sepror”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here