Sejel fecha parceria com a SSP-AM para aumentar segurança na Vila Olímpica

Desde terça-feira (26), a Vila Olímpica de Manaus, localizada no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste da cidade, a praça esportiva do Governo do Estado, está mais segura. A Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) fechou esta semana uma parceria com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e o policiamento no local foi reforçado para garantir, diariamente, a segurança dos frequentadores do lugar. 

Todos os dias o Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), através da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), disponibilizará viaturas em horários alternados para a Vila Olímpica. Segundo a secretária da Sejel, Janaina Chagas, a segurança garantirá uma adesão maior de pessoas praticando atividades físicas. 

“É importante a população se sentir segura. O policiamento deixa as pessoas mais tranquilas para praticar atividades físicas. Com a população segura a gente tem uma adesão maior e assim conseguimos atingir o nosso objetivo, que é também o do governador, que é atrair mais e mais pessoas para dentro da Vila Olímpica”, comentou Janaina Chagas. 

A parceria com a SSP-AM foi firmada na noite desta terça-feira, após uma reunião entre a secretária Janaina Chagas e o tenente-coronel Wirley Adballa, responsável pelo CPM, e o patrulhamento da 10ª Cicom começou imediatamente a fazer ronda na Vila Olímpica. 

“O Batalhão Ambiental, que está situado aqui no interior da Vila vai também reforçar o policiamento interno com os policiais que já ficam no local. Na sede do Batalhão Ambiental nós teremos também todos os dias, das 17h até 23h, o ciclopatrulhamento, policiamento que está sendo feito na orla da Ponta Negra. E será também executado aqui com uma dupla de patrulheiros em bicicleta, todos os dias conforme as necessidades da secretaria”, comentou o tenente coronel Wirley.

Para o velocista Sandro Viana, que treina todos os dias na pista de atletismo da Vila, das 16h ás 20h, o policiamento vai facilitar bastante o treinamento.

“Antes a gente tinha que combinar um horário em grupo, para que todo mundo estivesse na pista ao mesmo tempo. Isso tudo porque a gente se sentia inseguro, mas agora com policiamento ficaremos mais tranquilos. Eu, por exemplo, não terei que esperar por mais pessoas para treinar, poderei treinar em qualquer horário”, comentou o atleta, que também falou que o policiamento faz com que pessoas, que estavam afastadas da Vila voltem a frequentar o local.

“Muitas pessoas que treinavam aqui (Vila) antes e que acabaram se afastando por conta dessa insegurança, agora estão voltando a praticar atividades físicas no local, porque o patrulhamento da polícia já causa uma sensação de alívio e segurança, claro”, completou o velocista medalha de bronze do revezamento dos Jogos de Pequim 2008.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here