Segundo lote do Auxílio Aluguel é pago às vítimas do incêndio em Educandos

(Foto: Altemar Alcântara/Semcom)

Noventa, das 106 famílias programadas para receberem a ordem de pagamento do segundo lote do Auxílio Aluguel compareceram na sexta-feira (18), à Agência de Desenvolvimento Local (ADL/Cajual), no Morro da Liberdade, zona Sul. No último dia 11/1, 546 famílias tinham recebido o pagamento relacionado ao primeiro lote do benefício. O pagamento do Auxílio Aluguel faz parte das ações executadas pela Prefeitura de Manaus, em atendimentos às famílias atingidas pelo incêndio em Educandos, desde o dia 17 de dezembro de 2018.

Conforme o cadastro realizado pelo município, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), 735 famílias vítimas do incêndio estão aptas a receber o benefício. Além da ordem de pagamento, quem esteve no Cajual teve acesso a cestas básicas, roupas, leite, fraldas, kit de limpeza e itens de higiene pessoal. Uma das pessoas beneficiadas foi a funcionária de serviços gerais, Tâmara Nascimento Porto, 21.

Mãe de três filhos, sendo um ainda em gestação, ela disse que, neste momento, ela e os filhos têm recebido muita ajuda e vêm sendo assistidos em suas principais necessidades. Além disso, ela vê com boa perspectiva a vontade do prefeito Arthur Virgílio Neto de direcionar algumas moradias em residenciais do município para as famílias do incêndio.

“Para mim seria muito bom ter uma casa, um apartamento. Sou eu e meus três filhos, esse apartamento ia ser o recomeço das nossas vidas. Vamos aguardar para ver como as coisas acontecem, mas por enquanto não tenho o que reclamar”, afirmou.

De acordo com a vice-presidente do Fundo Manaus Solidária, Mônica Santaella estava programada para esta sexta-feira a entrega de 106 ordens de pagamentos e mais o repasse do Auxílio Aluguel as 112  pessoas que não compareceram na semana passada, totalizando 218.

“São pessoas que foram cadastradas pela Prefeitura, por meio da Semasc e Defesa Civil, e que tiveram seus cadastros analisados e se tornaram aptas a receber o benefício. Também estamos fazendo doações da campanha #Manaus Solidária, que foi coordenada pela presidente do Fundo Manaus Solidária e primeira-dama, Elisabeth Valeiko Ribeiro, com doações de tudo aquilo que recebemos”, disse.

A vice-presidente esclareceu ainda que, após o recebimento da primeira parcela do Auxílio Aluguel, as pessoas precisam deixar os abrigos e fazer uso do valor doado sob pena de o benefício ser suspenso. “É importante dizer que a partir do momento que as famílias recebem o Auxílio aluguel, elas precisam deixar os abrigos e buscar um local para retomar suas vidas. Mesmo porque a segunda parcela do Auxílio aluguel só vai ser paga se essa família apresentar um comprovante de que ela está utilizando este recurso para pagar o aluguel”, esclareceu.

O Auxílio Aluguel é um benefício social, pago com recursos públicos do município, destinado às famílias que foram vítimas de alguma calamidade. O valor repassado é de R$ 300, pelo período de um ano, podendo ser prorrogado por mais seis meses, de acordo com a Lei Municipal nº 1.666, de 25 de abril de 2012. Atualmente, 824 famílias recebem o auxílio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here