Segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa encerra em setembro

O Amazonas é o único Estado do país a subsidiar a vacina aos criadores de gado
O Amazonas é o único Estado do país a subsidiar a vacina aos criadores de gado
A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa encerra no dia 15 de setembro e a meta é vacinar um rebanho de aproximadamente 600 mil cabeças de gado. De acordo com o secretário de Estado da Produção Rural, Eron Bezerra, esta é uma das etapas de vacinação mais importantes, pois o Amazonas está prestes a conquistar nacionalmente o status de médio risco para febre aftosa junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

A conquista do novo status acarretará a abertura das fronteiras com os Estados da Federação com status sanitário semelhante ou superior, proporcionando um avanço na pecuária local com incremento do mercado.

Nesta segunda etapa as ações são intensificadas nos 41 municípios das calhas do Solimões e Rio Amazonas (Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Autazes, Barreirinha, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Borba, Caapiranga, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Fonte Boa, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Japurá, Jutaí, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Maraã, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Parintins, Rio Preto da Eva, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tabatinga, Tefé, Tonantins, Uarini, Urucará e Urucurituba).

A segunda da vacinação vai atingir  41 municípios das calhas do Solimões e Rio Amazonas
A segunda etapa da vacinação vai atingir 41 municípios das calhas do Solimões e Rio Amazonas

O prazo para o produtor notificar a vacinação efetuada junto aos escritórios da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal (ADAF) vai até o dia 30 de setembro, sob pena de ser multado, de acordo com a legislação em vigor.

Subsídio da vacina – A Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), por meio do Governo do Amazonas, subsidia a vacina contra a aftosa. O valor comercial da dose é de R$ 1,54, pago pela Sepror. Nesta segunda etapa foram investidos R$1.079.540,00.

O Amazonas é o único Estado do país a subsidiar a vacina aos criadores de gado. O Governo subsidia 61% da vacina e os pecuaristas 39%, ou seja, pagam apenas R$ 0,60 pela dose da vacina.

Primeira etapa – Nos meses de março e abril foi realizada a primeira etapa da vacinação contra a febre aftosa. Mais de 500 mil cabeças de gados foram vacinadas.

Em novembro, outros 21 municípios da Região dos Rios Juruá, Purus, Madeira e Negro serão contemplados com a segunda etapa da campanha de vacinação.

Esta nova etapa abrange os municípios de Apuí, Barcelos, Boca do Acre, Canutama, Carauari, Eirunepé, Envira, Guajará, Humaitá, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Lábrea, Manicoré, Novo Aripuanã, Novo Airão, Pauini, Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, Tapauá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here