Secretário-geral do Progressistas refuta “fake news”

Deputado Belarmino Lins (PP)

“Em julho de 2019 os deputados Átila e Belarmino Lins, assumiram a direção estadual amazonense do Progressistas nas funções de presidente e secretário-geral, respectivamente. A partir disso, procuramos dar uma dinâmica no que diz respeito à criação e organização do partido no interior do estado. Quanto a estrutura interna do partido, temos o maior cuidado para conduzir tudo com seriedade e respeito às leis”.
Assim o secretário-geral do Progressistas, deputado estadual Belarmino Lins, reagiu à insinuação de um blog de notícias de que o partido teria atrasado o pagamento de seus funcionários há meses. “Quando assumimos o PP, chamamos todos os funcionários individualmente, e comunicamos sobre a obrigatoriedade de darem expediente diariamente dentro do que preceitua as normas trabalhistas pertinentes”, explicou o deputado.

“Aqueles que tivessem vínculo empregatício com o partido foram convidados a apresentar provas e outros que se julgassem prejudicados, que pleiteassem suas indenizações de acordo com amparo legal”, salientou o secretário-geral, garantindo que a nova direção dos progressistas não cometeu nenhuma irregularidade contra a legislação trabalhista. “No PP, recebe quem trabalha, o PP não praticou calote contra aqueles que supostamente disseram ou insinuaram ser funcionários do partido sem trabalhar. Não praticamos nenhuma arbitrariedade, nem injustiças, nem tampouco calotes como tem sido propalado, esse tipo de coisa é fake news”, encerrou Belarmino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here