Rossieli recebe título de Cidadão do AM e disse que irá priorizar infraestrutura das escolas no interior

Sec. Rossieli Soares
Sec. Rossieli Soares
Sec. Rossieli Soares

Nesta terça feira (29), numa sessão especial da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB-MEC), Rossieli da Silva Soares, recebeu o Título de Cidadão do Amazonas. O reconhecimento foi de iniciativa do Ex-Deputado Chico Preto (PMN) conforme o Projeto de Lei nº 252/2013. 

Natural de Santiago (RS) nasceu em 1978, é casado com a arquiteta Meglen Vallau da Silva. Secretário de Educação Básica do MEC desde maio de 2016, Rossieli exerceu o cargo de secretario de Estado de Educação do Amazonas no período de agosto de 2012 até maio de 2016. 

Uma historia de amor à educação 

Os resultados alcançados pela Rede Pública Estadual do Amazonas (2012 a 2016) foram notados pela melhoria e maior diversificação dos serviços, na valorização dos profissionais da educação estadual, na expansão da rede escolar (tempo integral) e na significativa evolução dos indicadores de qualidade expressos no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O Amazonas foi o Estado que teve o maior crescimento no Ensino Médio, entre as redes estaduais, no Ideb 2015, saindo de 3,0 em 2013 para 3,5 em 2015. 

O secretario de educação, Rossieli relatou a historia de trabalho e reconheceu que a homenagem é para todos os que ajudaram a construir esta historia de amor à educação, cada funcionário, professor e aluno. “Eu escolhi viver aqui e recebo essa homenagem com muita responsabilidade de ajudar cada vez mais o Amazonas”, salientou.

Infraestrutura será prioridade

Na oportunidade o Secretario Rossieli disse “Educação é muito grande e complexa, é das áreas que chega mais no cidadão, no Amazonas temos muitas dificuldades, muita coisa a fazer, muitas escolas que precisam melhorar, tem escolas de madeira, pequenas, mas mesmo assim tem um professor a família apoiando, fazendo a diferença”. 

“O item de infraestrutura e construção de novas escolas deve ser priorizado nos municípios do interior, mas temos também um olhar forte para o pedagogo, para poder melhorar a qualidade da educação”, informou.  (Mercedes Guzmán – Fotos: Áida Fernandes)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here