Revitalizada, Feira Municipal do Santa Etelvina será modelo para as outras

O espaço conta com 36 boxes, além de banheiros
O espaço conta com 36 boxes, além de banheiros
O espaço conta com 36 boxes, além de banheiros

Um local limpo, organizado e que foi planejado pensando-se no conforto de seus trabalhadores e usuários. Essas foram as palavras usadas pelo prefeito Artur Virgílio Neto para definir sua proposta para a Feira Municipal do Santa Etelvina, na zona Norte da cidade, que está recebendo obras de revitalização. O novo espaço será entregue nas próximas semanas.

“Os serviços aqui foram feitos de maneira participativa, ouvindo as necessidades dos trabalhadores e da comunidade, que também foram fiscais. Queremos que essa feira seja, hoje, um exemplo para as demais na capital. Olhando a estrutura vi que pequenos ajustes ainda precisam ser feitos, como a união das calhas do telhado de um pavimento para o outro, impedindo que, mesmo com o vento forte, a água da chuva entre no espaço”, destacou o prefeito.

Quem já está utilizando o espaço aprovou as modificações
Quem já está utilizando o espaço aprovou as modificações

As obras na Feira Municipal do Santa Etelvina estavam paralisadas há alguns anos e foram retomadas em janeiro deste ano. O espaço conta com 36 boxes, de frutas e verduras, carnes e peixes, estivas, armarinho, lanches e administração, além de banheiros masculino e feminino.

Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), outras melhorias no entorno da feira também estão na programação de inauguração, como a recuperação de calçadas e pavimento asfáltico.

Os serviços aqui foram feitos de maneira participativa, ouvindo as necessidades dos trabalhadores e da comunidade, afirmou Artur Neto
“Os serviços aqui foram feitos de maneira participativa, ouvindo as necessidades dos trabalhadores e da comunidade”, afirmou Artur Neto

“Nós agradecemos muito por tudo o que foi feito aqui. Foi a primeira vez que uma obra desse tipo foi feita ouvindo-se a população. Todas nossas reivindicações foram atendidas e, agora, outros feirantes que visitam nosso local querem que o mesmo seja realizado em suas comunidades”, comentou o presidente da Feira do Santa Etelvina, Jicó Anjos Brito.

Quem já está utilizando o espaço aprovou as modificações. É o caso do vendedor de variedades Hermogines dos Santos, de 60 anos. “A sensação é de alegria, porque antes não tínhamos lugar decente para trabalhar. Tudo mudou e estamos satisfeitos”, comemorou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here