Relator cede parcialmente e lei de abuso deve ser votada hoje

senador Roberto Requião (PMDB-PR) - Ailton de Freitas / Agência O Globo
Senador Roberto Requião (PMDB-PR) – Ailton de Freitas / Agência O Globo

Bastante irritado com os críticos, o relator no Senado do projeto que torna mais rigorosas as penas por abuso de autoridade, Roberto Requião (PMDB-PR), aceitou flexibilizar o artigo que tratava da possibilidade do acusado processar pessoalmente magistrados e investigadores. Ainda assim, Requião assegurou que não vai ceder em outro ponto polêmico da proposta, que cria o chamado crime de interpretação. O texto de Requião deve ser votado nesta quarta-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

O presidente da CCJ, senador Edison Lobão (PMDB-MA) acredita que o parecer de Requião será aprovado, sem novos adiamentos. Como está em regime de urgência, a votação no plenário do Senado poderia ocorrer ainda hoje.

(DA AGÊNCIA O GLOBO)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here