Relâmpago atingiu avião que caiu na Rússia e matou 41 pessoas

No último dia 5 de maio, 41 ocupantes de um avião da companhia Aeroflot morreram depois de a aeronave ter se incendiado em uma desastrosa aterrissagem no aeroporto de Sheremetyovo, em Moscow, na Rússia. Segundo a Reuters, agora há novidades sobre o caso. A aeronave, Sukhoi Superjet 100, teria sido atingida por um relâmpago momentos antes da queda. O fenômeno meteorológico teria interferido com o sistema de piloto automático do avião. Vale lembrar que na ocasião o avião transportava 73 passageiros e cinco membros da tripulação. Já no solo, os sobreviventes ainda conseguiram sair a tempo do aparelho que tinha incendiado. Infelizmente, para os demais, nem a presença e a rápida intervenção de bombeiros no aeroporto impediu a tragédia.

No último dia 5 de maio, 41 ocupantes de um avião da companhia Aeroflot morreram depois de a aeronave ter se incendiado em uma desastrosa aterrissagem no aeroporto de Sheremetyovo, em Moscow, na Rússia.

Segundo a Reuters, agora há novidades sobre o caso. A aeronave, Sukhoi Superjet 100, teria sido atingida por um relâmpago momentos antes da queda.

O fenômeno meteorológico teria interferido com o sistema de piloto automático do avião.

Vale lembrar que na ocasião o avião transportava 73 passageiros e cinco membros da tripulação. Já no solo, os sobreviventes ainda conseguiram sair a tempo do aparelho que tinha incendiado. Infelizmente, para os demais, nem a presença e a rápida intervenção de bombeiros no aeroporto impediu a tragédia.

fonte: notícias ao minuto

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here