PT falta a encontro com presidente do STF

ayres

Min. Ayres Britto

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ayres Britto, reuniu nesta quarta-feira (14/9) presidentes dos Tribunais Superiores, de associações de juízes e líderes partidários do Congresso Nacional, com a intenção de melhorar as relações com o Parlamento. E ainda: alertar sobre a necessidade de valorização da magistratura e dos servidores do Judiciário.

Apesar de o convite ter sido feito a todas as lideranças, nenhum parlamentar do PT compareceu, o que mostra que o motivo da reunião se justifica. Compareceram ao café da manhã representantes do PMDB — Romero Jucá, Antônio Andrade e Henrique Alves —, Luciano Castro (PR) Mendes Thame (PSDB) , Lincoln Portela (PTR) e Sarney Filho (PV). O ministro Joaquim Barbosa, próximo presidente do STF, estava presente também, mas permaneceu calado durante a reunião.

Para um dos juízes presentes, a ausência do PT não deve ser entendida como protesto contra o mensalão “mas como uma indicação de que o governo não vai além dos 15,8% de reajuste”.

Durante o encontro, Britto explicou aos líderes de partido a situação em que se encontra a magistratura, sem atualização remuneratória há quatro anos. Segundo ele, a categoria experimenta um processo de “temerário desprestígio”. O presidente do STF acrescentou que essa situação se reflete nos concursos públicos. “A magistratura perde poder de competitividade. A procura por cargos de magistrado diminuiu preocupantemente”, disse. “Quando a magistratura se desalenta e até deserta, migrando para outras áreas, o país experimenta um decréscimo.” // Consultor Jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here