Projeto aprovado no Edital Municipal da Lei Aldir Blanc leva cinema para o Livramento

Foto: Divulgação

O cinema amazonense terminará o ano com uma vasta produção de títulos, e o curta “BETO”, do produtor audiovisual Thiago Morais, será um deles. Ambientado na comunidade do Livramento, que pertence ao Distrito do Tupé, o curta-metragem traz uma história regional,ambientada na quarentena da Covid 19, envolvendo o ribeirinho e os seres misticos da Floresta, mostrando perspectivas do impacto causado pela pandemia no convivi-o social.

O curta terá 10 minutos de duração e, embora seja uma ficção, traça um paralelo com a realidade enfrentada pela crise da doença que mudou hábitos nas relações humanas.

Assim que o resultado foi homologado pela Prefeitura de Manaus, o diretor do filme iniciou os trabalhos de pré-produção, como a escolha de locações e formação da equipe técnica que irá conduzir o novo curta de Thiago.

Para ele, esse edital veio em um momento muito importante e delicado no cenário cultural brasileiro. “Muitos produtores interromperam seus trabalhos, artistas tiveram que se reinventar e a cultura salvou nossos dias de isolamento social. É muito bom ver tantos artistas produzindo suas artes, gerando emprego e renda na cidade e deixando um legado para a história cultural manauara.”

A equipe terá profissionais já renomados no cenário artístico da cidade, como o teatrólogo Nonato Tavares, da Cia Vitória Régia,  e a atriz Francine Marie. Além deles, o compositor Cesar Lima assinará a trilha sonora de Beto, que tem também na equipe a empresa La Xunga, responsável pela finalização do curta, que contará com o envolvimento de moradores.

*Com informações da assessoria

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here