Projeto “Amigos Solidários” promoveu ação comunitária em Rio Preto da Eva

A população teve acesso a serviços como orientação jurídica à estética e beleza
A população teve acesso a serviços como orientação jurídica à estética e beleza

Da Redação – Os Amigos Solidários foram prestar serviços no sábado (15), na Escola Municipal Alegria do Saber, no município de Rio Preto da Eva, acompanhados de profissionais voluntários das áreas: jurídica, psicológica, direitos do trabalhador, massoterapia, estética e beleza dentre outras. Desta vez, o projeto Amigos Solidários contou com a parceria do Superintendente Regional do Trabalho, Delmirson Chagas, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), o IEL e outros. A Coordenadora Rosa Nobre agradeceu ao representante do Sindicato dos Servidores Públicos de Rio Preto da Eva, os profissionais que prestaram serviços de forma voluntária e à equipe da vereadora Vilma Queiroz (PROS).

Um dos temas apresentados pela UGT foi o Trabalho Docente, que orientou os trabalhadores sobre os seus direitos. Graças a esta experiência é que se pretende resgatar os trabalhadores excluídos, especialmente do mercado informal, onde o principal problema é a falta de documentação. De acordo com a representante da UGT, Pedrinha Lasmar o trabalho é de seguimento aos casos de atraso nas entregas das casas oferecidas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida, assim como de orientação jurídica às denuncias dos trabalhadores.

O servidores do município terão um aumento de 6%, revelou Fernandez da Silva
O servidores do município terão um aumento de 6%, revelou Fernandez da Silva

O Presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores, Osmet Duk Filho expressou sua satisfação de participar como parceiro dos Amigos Solidários e das ações comunitárias que beneficiam a população. Explicou que os 17 sindicatos afiliados contam com cursos de informática, operadores de caixa, dentre outros na sede no bairro de Alvorada.

O representante do Sindicato dos Servidores Públicos de Rio Preto da Eva, Fernandez da Silva agradeceu a UGT e aos Amigos Solidários pela ação comunitária que só foi possível graças às parcerias que promoveram o trabalho em homenagem às mulheres neste mês de março, também agradeceu ao Secretario de Planejamento do Município, Francisco Carlos. Informou ainda, que este sindicato está lutando por melhores salários e que nos próximos dias depois de muita negociação haverá um aumento de 6% para os servidores públicos (cem afiliados), assim como a melhoria no plano de cargos e salários. Explicou que no tema da saúde, o município conta com seis médicos sendo que dois são do Programa Mais Médicos e quatro do Programa de Valorização e Especialização para melhorar o atendimento médico.

O abaixo assinado pretende reunir 30 assinaturas e ser encaminhado ao Senado
O abaixo assinado pretende reunir 30 mil assinaturas e ser encaminhado ao Senado

Abaixo assinado pede reforma agraria

Um abaixo assinado feito pelos Representantes da Cooperativa de Pequenos Agricultores (Cooperam) e do movimento Pro revogação do decreto lei 878 (1969) coletou assinaturas em apoio à luta pela regularização fundiária, ambiental e outras. Explicaram a necessidade de que haja terras do estado para implantação do Distrito Agropecuário da Zona Franca de Manaus para que sejam devolvidas e se realize a reforma agrária de uma vez por todas.

O movimento pretende chegar às trinta mil assinaturas de apoio e levar ao Senado para que as terras sejam do estado novamente e depois possam ser repassadas nas mãos dos pequenos agricultores, em títulos legalizados de acordo com o Programa de regularização e titulação de terras. Desta forma, poder contar com um instrumento para o planejamento de políticas publicas como o credito rural e a assistência técnica. O Amazonas precisa de um projeto para o interior./// Texto e Fotos: Mercedes Guzmán

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here