Professores pedem mais respeito do governador Wilson Lima

(Foto: Divulgação/Sinteam)

Nesta quarta-feira (24), os professores da rede estadual estiveram mobilizados na Avenida Noel Nutels, zona norte de Manaus exigindo respeito a categoria por parte do Governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima, cantando músicas para chamar a atenção da população sobre a campanha salarial da categoria e anunciarem nova assembleia na próxima sexta-feira (26), às 16h, na Praça do Congresso, Centro de Manaus, para saber se aceitam ou rejeitam a contraproposta de aumento de 3,93%.

“Nosso movimento está em todos os municípios do Amazonas. Estamos agora aqui na zona norte, onde várias escolas estão fechadas, para sensibilizar a comunidade sobre a nossa demanda de aumento salarial de 15% e, principalmente, pelo respeito à categoria por parte do Governador do Amazonas, Wilson Lima, que não recebe os professores para conversar e sempre tem uma desculpa. Por tanto, exigimos respeito”, declarou a professora Vanessa Antunes, representante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam).

Segundo o Comando de Greve, durante a reunião com o vice-governador Carlos Almeida Filho, o mesmo se manteve irredutível nos 3,93% – a categoria reivindica 15% – pedindo provas que os professores tiveram perda salarial no último período para só então, numa nova reunião, discutir a possibilidade de repor essa perda que, segundo ele, não estaria incluída na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Professores da Semed

Hoje tivemos também a primeira Assembleia deliberativa do profissionais da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Foi rejeitada por unanimidade a proposta de 5% de reajuste e 20% de aumento no vale alimentação propostos pela Prefeitura de Manaus. Também foram incorporadas mais pautas na discussão da campanha salarial 2019.

Reportagem: Mercedes Guzmán

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here