Professores da SEDUC realizam assembleia para decidir se greve continua

(Foto: Divulgação/Asprom)

Em greve há 10 dias, trabalhadores da educação decidem nesta sexta-feira (26), às 16, na Praça do Congresso, em assembleia, sobre a proposta do governo apresentada para o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (SINTEAM), de estudar as perdas residuais que a categoria afirma ter sofrido nas negociações do ano passado sobre as datas-bases de 2015 a 2018. Hoje, os comandos de greve zonais do sindicato realizam atos públicos simultâneos em Manaus, às 16h.

Na Zona Norte, a concentração será na passarela do T3. “Preparamos faixas de 10 metros para estender enquanto fechamos uma parte da rua”, disse a professora Beatriz Calheiro. Em seguida, o comando terá uma atividade cultural. Pela manhã, houve panfletagem nos terminais para informar os motivos da greve da educação.

Nas Zonas Oeste e Centro-Oeste, a concentração será em frente à Arena da Amazônia, com ato público e fechamento da avenida Constantino Nery, em alguns momentos.

Na zona leste, haverá ato público. A concentração será na praça Tiradentes, no conjunto Petros, Coroado.

Os trabalhadores das zonas sul e centro-sul também realizarão ato público às 16h, em frente à escola Solon de Lucena.

*Com informações da assessoria

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here