Primeira edição do Universo Geek Museu leva mais de 6,5 mil pessoas ao Palacete Provincial

(Foto: Michael Dantas/SEC)

Milhares de fãs de super-heróis, quadrinhos, animes, séries e gêneros do mundo geek lotaram os corredores e salões do Palacete Provincial na primeira edição do Universo Geek Museu, no sábado (20/01). Ao todo, mais de 6,5 mil visitantes passaram pelo complexo de museus para conferir shows musicais, performances K-Pop, cosplays e estandes de exposição e venda de produtos do evento, realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC).

As atrações do Universo Geek Museu ocuparam diversos espaços no Palacete Provincial. Nos corredores do local, 20 estandes de venda e exposição trouxeram produtos como ilustrações, artes, revistas em quadrinhos, livros, camisetas, itens decorativos artigos de segunda mão, entre outros. Já a Arena de Artes Newton Aguiar foi palco para shows de rock, performances de K-Pop e desfiles de cosplay. O evento teve ainda palestras, exibição de animes e jogos de RPG, além de food trucks.

O grande afluxo de visitantes surpreendeu os organizadores. “Superou em muito previsão, que era de cerca de 1,5 mil pessoas. Conseguimos atingir o nosso objetivo, que é o de trazer o público para conhecer os museus do Palacete Provincial. Queremos mostrar que o museu não é só um lugar de coisas antigas, mas também de conhecimento, diversão e criatividade”, afirmou Judson Dantas, diretor do Museu da Imagem e do Som do Amazonas (Misam).

Circuito geek – O número de visitantes também impressionou Guilherme Lestat. “O público abraçou o evento e compareceu em peso. Superou nossas expectativas”, disse ele, integrante do Anime All e organizador do Universo Geek Museu ao lado da SEC. O evento, que cresce, ajuda também a integrar o circuito local: “O público geek gosta de assistir a séries e ler livros e HQs em casa, e essa é uma oportunidade de todos se reunirem e interagirem”.

Para os fãs da cultura geek, o evento no Palacete também atendeu a todas as expectativas. “É legal uma iniciativa como essa em Manaus, pois está trazendo muitos conteúdos diferentes e atraindo não só gente da minha idade como muitas crianças e adultos”, declarou o estudante Henrique Augusto Santos, de 16 anos, que destacou a presença de artistas no evento: “Gostei de ver que estão dando espaço para ilustradores”.

Muitos visitantes entravam no Palacete Provincial pela primeira vez, entre eles o técnico em eletrônica Francisco Vieira, 41, que levou a família toda ao evento. “Vim para trazer meus filhos, que se interessam por essa cultura. E já estou aproveitando essa visita para incutir neles o interesse por arte e cultura”, afirmou ele, pai de dois garotos, de 15 e 5 anos de idade.

Artes e muito mais – Uma das principais atrações do Universo Geek Museu, os estandes de venda e exposição de produtos chamaram a atenção dos visitantes, e permitiram a artistas e produtores culturais ligados ao universo geek se aproximar e trocar ideias com os fãs do segmento.

“É legal que as pessoas que produzem conteúdo possam ter onde vender seus trabalhos e entrar em contato com o público. E não é um evento focado num nicho, mas tem desde o pessoal do cosplay até as famílias, o que é muito bom”, destacou Paulo Telles, integrante do 137 Studio. Ilustrador e agente de ilustradores, ele já produziu arte para quadrinhos estrangeiros como “John Carter – Warlord of Mars”, da Dynamite (EUA).

Presidente do Clube dos Quadrinheiros de Manaus, Mário Orestes Silva destacou exatamente a presença de artistas de peso da cena geek local no evento: “Temos grandes marcas, como 137 Studio, que já fez trabalhos para editoras como Marvel e Dynamite, e o Ilustrama, mais focado em produções regionais. Isso além do próprio Clube, pioneiro no ramo em Manaus e por onde já passou gente que hoje está nesses dois grupos”.

Entre os expositores esteve também o pessoal do Site Mapingua Nerd. “É a nossa primeira participação num evento do Palacete como estande. Está sendo uma experiência muito legal e divertida, muita gente passa pela banca e para, olha e conversa com a gente. E ficou lotado, com uma grande quantidade de pessoas em todos os horários”, disse Erlan Bindá, um dos fundadores do grupo.

Outros expositores foram MAG, Conselho Jedi Amazonas, Potterday, Retro Games, RPG4Friends, Triangle Store, Marialva Artes Criativas, Almeida Papercraft, Gracom, One Zone, Swordplay Manaus, O Leiturão, Essá Crio, Sebo Edipoeira, Youth Store e Anime All.

Trocando ideias – Os fãs de séries, quadrinhos, cinema e outros segmentos da cultura geek puderam discutir e trocar ideias sobre suas atrações e produtos favoritos nas palestras do Universo Geek Museu.

Um dos temas foi a série “Black Mirror”, que reuniu integrantes do Mapingua Nerd e Plot Twist, além de convidados como a blogueira Tammy Rosas (Circo Literário) e o youtuber Alexandre Pequeno (Canal Ah Legal), que elogiaram a iniciativa do evento.

“É importante porque atrai uma galera diferente para os museus, para conhecer o que a SEC faz”, afirmou Tammy, também funcionária da secretaria. “É bacana porque movimenta os espaços culturais no Centro, que também são lugares bacanas para se visitar”, completou Pequeno, que falou na palestra sobre o episódio “Crocodile” da série.

O evento teve palestras ainda do Cine Set; Potterday; Conselho Jedi Amazonas; MAG, 137 Studio e Mochila de Prótons; e 2NERD. Nos intervalos entre as palestras, o auditório recebeu exibições de animes, comandadas pelo Anime All.

Música e dança – Na área externa do Palacete Provincial, a Arena de Artes Newton Aguiar recebeu shows das bandas de rock Since, Nuwave, Ponto 44 e Mundo Paralelo, que iniciaram suas apresentações na tarde do sábado. Três grupos de performance K-Pop também exibiram seu talento no local: Red Rose, Liberty Dance Teen e Gravity.

“É bacana ter um evento que dá oportunidade às pessoas de conhecer seu trabalho, num lugar de acesso fácil”, declarou Letícia Rodrigues, 18. Vice-líder do Liberty, ela e suas companheiras – 11 integrantes ao todo – apresentaram performances cover de duas bandas pop sul-coreanas, New Generation e MomoLand.

Ícones pop – Música e dança à parte, os cosplayers do Universo Geek Museu também deram um show, atraindo crianças, jovens e adultos que queriam fazer fotos e selfies com seus super-heróis e outros personagens favoritos de filmes, games, animes e séries.

Daniel Alberto, 26, foi um dos cosplayers que chamaram a atenção dos visitantes. “É uma paixão que a gente traz da infância e é bom poder passar isso para outras pessoas. A gente realiza nossos sonhos de criança no cosplay”, declarou ele, que foi destaque no concurso de cosplay como Dohko de Libra, de “Cavaleiros do Zodíaco”.

“Precisamos estar preparados para receber o público que acompanha e gosta daquele personagem que você representa”, completou Rodrigo Pereira, 34, também representando a saga “Cavaleiros do Zodíaco”, como Seiya de Pégaso.

Os cosplayers do Universo Geek Museu também foram destaque do desfile e do concurso que marcaram o encerramento do evento. Bastante aplaudidos pelo público, eles se exibiram numa disputa levando em conta a caracterização e a interpretação.

No anúncio final, os vencedores na categoria Apresentação foram Alexandre, como o Hawk Moth de “Miraculous Ladybug”, em 1º lugar; Denilson e Isabelle, respectivos Kylo Ren e Rey de “Star Wars”, em 2º lugar; e Daniel Alberto, como Dohko de Libra, em 3º.

Na categoria Desfile, os campeões foram Alexandre, Jéssica, Rebeca e Richard, caracterizados como personagens de “Miraculous Ladybug”, em 1º lugar; Henrique e Keiliane, como os protagonistas de “Detona Ralph”, em 2º; e Patrícia, como Uraraka, de “Boku no Hero”, em 3º lugar.

Futuras edições – Vários outros cosplayers se exibiram fora da competição, entre eles Yara Laís, 21, fazendo as vezes da Princesa Leia Organa, da saga “Star Wars”. Para ela, também integrante do Conselho Jedi Amazonas e estudante de Biologia, os cosplays contribuíram para chamar o público para o Palacete.

“Foi uma ótima forma de atrair o público jovem para os museus. Ficamos felizes de termos sido convidados, e já estamos aguardando as próximas edições!”, declarou ela.

E essas futuras edições não devem demorar, conforme Judson Dantas: “Tivemos boa resposta do público, com muitas pessoas já pedindo por uma segunda edição. Já estamos planejando fazer em maio, durante a Semana Nacional de Museus, inclusive já buscando também parceiros para o evento”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here