Preso mata a tiros comandante da PM em São Gabriel da Cachoeira

O comandante foi morto no momento em que interrogava o acusado

O comandante da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), do Município de São Gabriel da Cachoeira, foi morto esta noite. O 2º tenente Jefferson Santos estava interrogando um preso, conhecido apenas por Renato, acusado de roubo. O preso tomou a arma do soldado Natan Andrade, que participava do interrogatório, e atirou três vezes contra o tenente.

Jefferson ainda foi levado ao hospital de Base do Exército, mas não resistiu aos ferimentos. Ele recebeu dois tiros no peito e um na perna. Natan também foi atingido no peito, sendo salvo pelo colete balístico. Sofreu apenas hematomas e passa bem.

Revolta

Os outros PMs, na delegacia, conseguiram imobilizar Renato e o levaram para a delegacia da Polícia Civil de São Gabriel. A população, revoltada, tentou invadir o local para retirar o preso.

A PM emitiu nota, há pouco, sobre o assassinato. Um delegado será encaminhado à cidade para investigar o caso. O secretário executivo de Operações da Secretaria Estadual de Segurança (SSP), tenente-coronel Klinger Paiva, integrará a comitiva. Uma equipe da Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) seguirá com o grupo.

Veja a íntegra da nota da PM:

A Polícia Militar informa que na noite desta segunda-feira (20/08), durante ocorrência policial no município de São Gabriel da Cachoeira (a 853 quilômetros de Manaus), dois policiais militares foram atingidos com arma de fogo por um infrator suspeito de integrar uma quadrilha que realizava assaltos na cidade. O 2° Tenente Jeferson Santos, Comandante da Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de São Gabriel da Cachoeira, foi baleado na perna e no peito, dentro da unidade policial, socorrido e levado ao Hospital de Base do Exército da localidade, mas não resistiu. O soldado Nathan, também foi atingido e seu estado de saúde é estável.

A SSP-AM encaminhará delegado da Policia Civil, peritos, o secretário executivo de Operações, tenente coronel Klinger Paiva e uma equipe da Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) da Polícia Militar também será enviada ao município na manhã desta terça-feira para fazer o levantamento mais preciso dos fatos.

O infrator responsável pelo homicídio foi flagranteado e está preso na delegacia de polícia.

A Polícia Militar do Amazonas, lamenta a morte do tenente e através de sua Diretoria de Promoção Social (DPS) já está em contato com a família do policial Militar para prestar toda assistência necessária.

(Com Portal do Marcos Santos)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here