Presidente da Coreia do Sul pede perdão e cede poder ao primeiro-ministro

Park Geun-hye faz discurso após entregar seus poderes ao primeiro-ministro, em Seul, Coreia do Sul
Park Geun-hye faz discurso após entregar seus poderes ao primeiro-ministro, em Seul, Coreia do Sul
Park Geun-hye faz discurso após entregar seus poderes ao primeiro-ministro, em Seul, Coreia do Sul

A presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, se desculpou nesta sexta-feira (9) aos cidadãos em discurso televisionado após entregar todos seus poderes ao primeiro-ministro, Hwang Kyo-ahn, depois que o Parlamento aprovou seu afastamento por causa de seu envolvimento em um escândalo com Choi Soon-sil, conhecida como “Rasputina”.

A presidente foi apontada como cúmplice de Choi Soon-sil, sua amiga íntima acusada, entre outras coisas, de interferir em assuntos de Estado sem possuir cargo público, além de ter pressionado empresas para obter numerosas somas de dinheiro que ela teria se apropriado parcialmente.

Park afirmou que “leva a sério as vozes da Assembleia Nacional e do povo” no discurso feito após uma reunião com seu gabinete, apenas uma hora depois de o Parlamento votar “sim” pela cassação por maioria arrasadora.

(Com UOL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here