Presidente da CMM propõe unidade entre poderes para o pós-pandemia

Vereador Joelson Silva

O presidente Joelson Silva (Patriota) propôs unidade entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, no trato com os problemas provocados pelo novo coronavírus, durante a sessão plenária remota desta segunda-feira (18), na Câmara Municipal de Manaus (CMM). O parlamentar enfatizou o esforço dos vereadores e as medidas tomadas pela prefeitura e pelo governo do estado para combater a doença, mas ressaltou a necessidade de um trabalho harmonioso voltado também para a situação econômica do pós-pandemia.

Joelson Silva considerou importantíssimos os dois momentos que a casa teve de diálogo com parte da bancada federal do Amazonas em Brasília, nos últimos dias, primeiramente com os senadores Plínio Valério (PSDB-AM) e Eduardo Braga (MDB-AM) (na quarta-feira, dia 13), e nesta segunda, com o deputado federal Silas Câmara (Republicanos-AM).

De acordo com o chefe do poder legislativo, a Câmara de Manaus tem procurado dar exemplo de cooperação, dentro das prerrogativas institucionais permitidas, na luta para que a Covid-19 não cause tantos impactos negativos para a população, mais adiante.

“A questão da pandemia está relacionada também à situação econômica do pós-pandemia. Estamos orando a Deus para que o Brasil possa sofrer o menos possível. Vamos ter de enfrentar uma luta muito árdua e nosso papel é fundamental nesse processo, de estar em harmonia, como preconiza a Constituição, para que possamos lutar contra as dificuldades econômicas que haveremos de enfrentar”, disse Joelson.

Planilha

Na semana passada, a Câmara de Manaus recebeu uma planilha com os valores que cada município deverá obter da União, como parte do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus. Na ocasião, Joelson Silva informou que o material informativo servirá de subsídio para o poder legislativo municipal acompanhar a aplicação dos recursos que serão repassados para Manaus e todo o Amazonas.

Ajuda

Sobre esses recursos federais, que preveem o envio de R$ 2,1 bilhões para o Amazonas, sendo R$ 320 milhões repassados para Manaus, o parlamentar voltou a dizer que torce para que os valores sejam sancionados e liberados o mais breve possível pela União.

“Torcemos pela ajuda que virá e agrademos pelas emendas feitas por parlamentares da nossa bancada em Brasília, mas aspiramos também a algo além do que foi proposto, para atender a nossa população, principalmente aquelas pessoas acometidas pela doença. A gente sofre muito com essa situação, com nossos familiares, amigos e irmãos. Temos tido perdas que mexem muito com o sentimento de cada um, e nos esforçamos em cooperar, na certeza de que, a unidade, deve prevalecer nesse momento”, enfatizou Joelson Silva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here