Presidente argentino decide furar fila da vacinação

Na Argentina, Alberto Fernandez será o primeiro a receber vacina contra Covid-19, sob a desculpa de "dar exemplo" ─ Foto: Divulgação/Presidência da Argentina

Causa espanto a atitude cínica de governantes como o presidente da Argentina, Alberto Fernandez, que será o primeiro a receber vacina contra convid-19 em seu país, sob a desculpa de “dar exemplo”.

No Brasil, não há notícia de políticos com essa cara-de-pau. Muito pelo contrário.

O governador de Minas, Romeu Zema (Novo), por exemplo, acha que chefes de governo devem estar entre os últimos imunizados. A informação é da Coluna Cláudio Humberto.

“O governante precisa ter a atitude de capitão do navio”, disse Zema. Para ele, como o capitão, o governante deve ser o último vacinado.

Zema vai mais longe. Para ele, é dever do governante mergulhar no rio cheio de piranhas para orientar a travessia mais segura para seu povo.

Além do oportunista presidente argentino, o premiê Benjamin “Bibi” Netanyahu também decidiu que será o primeiro israelense imunizado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here