Presa golpista que furtou mais de R$ 500 mil em imóveis de luxo em Manaus

Valdenice usava de várias estratégias para entrar nos imóveis
Valdenice usava de várias estratégias para entrar nos imóveis

O delegado Adriano Felix, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), falou na manhã desta quinta-feira, dia 27, durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da especializada, na zona Centro-Oeste, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva por furto qualificado em nome de Valdenice de Aquino da Silva, 34, apontada como autora de furtos a apartamentos em condomínios de luxo situados em pontos distintos da capital.

Conforme Adriano Felix, a mulher foi presa na tarde da última terça-feira, dia 25, por volta das 15h, em via pública, na Rua Rio Jutaí, Conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul da capital. A ordem judicial em nome da infratora foi expedida no dia 19 de abril deste ano, pelo juiz Glen Hudson Paulain Machado, da 4ª Vara Criminal. O titular da Derfd informou, ainda, que as equipes da especializada estavam há três meses realizando diligências com o intuito de identificar e prender a infratora.

“As investigações iniciaram após algumas vítimas irem à delegacia formalizar os delitos ocorridos em condomínios, na maioria de luxo. A partir daí as equipes da Derfd começaram os trabalhos investigativos. Em um primeiro momento conseguimos identificar a entrada de pessoas e carros suspeitos nos prédios. Posteriormente chegamos até Valdenice”, explicou Felix.

Segundo o titular da Derfd, as armas guardadas nos imóveis eram revendidas pela golpista ao crime organizado

No dia da ação que resultou na prisão de Valdenice as equipes da Derfd encontraram com a infratora bolsas de marca, joias, relógios, perfumes, um tablete e R$ 12 mil em espécie, oriundos dos delitos. Durante a coletiva de imprensa a autoridade policial explicou como  Valdenice agia.

“Para conseguir entrar nos condomínios ela se passava por moradora, amiga de condôminos, locatária ou interessada em comprar imóveis. Ela chegava nos locais e falava, inclusive, com moradores da área para não despertar qualquer suspeita. A infratora também agia, em alguns casos, acompanhada de uma filha de criação, que não teve a identidade revelada. Valdenice invadia os apartamentos utilizando uma chave micha. Em alguns condomínios ela tinha controle de entrada. Ela teria causado prejuízo de mais de R$ 500 mil às vítimas”, pontuou Felix.

Conforme a autoridade policial, a mulher será indiciada por envolvimento em cinco furtos. Entretanto, as investigações indicam que Valdenice teria furtado mais de 20 apartamentos em condomínios de luxo situados na capital. “A mulher tinha como alvo condomínios com apartamentos de alto valor, com moradores de alto poder aquisitivo, incluindo policiais civis. Dessas vítimas Valdenice subtraiu armas de fogo que ficavam guardadas nos imóveis e revendeu os objetos para o crime organizado”, ressaltou o titular da Derfd.

Valdenice, que já responde a quatro processos por furto, foi indiciada pela autoria de mais cinco furtos qualificados. Após os procedimentos cabíveis realizados na especializada, a infratora será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here