Prefeitura realiza o sonho da casa própria para mais de 100 famílias do Jorge Teixeira

casa 1O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, entregou, nesta terça-feira, 7, mais 116 apartamentos populares pelo Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis). As unidades estão dividas em dois conjuntos habitacionais na avenida Hilário Gurjão, principal via do Jorge Teixeira, na zona Leste. Elas se somam às 88 unidades já entregues no ano passado.
casa2“Estamos beneficiando famílias que antes moravam em áreas de alagações, dando mais dignidade e segurança à vida dessas pessoas. Esse é um programa financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e que significa a revitalização de toda uma área, porque além dos apartamentos populares, também prever a criação de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), recuperação da malha viária, espaços sociais, de saúde e lazer”, afirmou o prefeito.

Arthur Neto também lembrou que foi durante a sua primeira gestão como prefeito de Manaus que o Jorge Teixeira foi criado. Segundo ele, a meta agora é recuperar o que foi feito há anos e mudar de vez a realidade da comunidade. “A primeira etapa foi toda feita pelo meu governo e ao passar dos anos, com o descaso do poder público, a desordem tomou conta do local. Agora, estamos corrigindo e vamos entregar um bairro totalmente novo, com alta qualidade de vida para os seus moradores”, completou.

casa3

Cada unidade possui cerca de 50 metros quadrados e é composta de sala de estar, dois quartos, uma copa/cozinha, um banheiro e área de serviço. Além disso, os residenciais contam com espaços comuns, que incluem área de lazer e estacionamento externo, além da urbanização.

Das 116 unidades novas, 88 estão no Residencial Avelino Pereira e 28 no Residencial Manoel Meireles, sendo que neste último, 14 são mistas, criadas para atender as necessidades dos moradores do bairro que atuam na área de comércio. O diferencial é um salão na parte frontal da casa, com 17 metros quadrados, destinado ao comércio ou negócio do morador.

casa4

A balconista Erondina Marinho, 49, foi uma das pessoas contempladas e recebeu das mãos do prefeito a chave da casa própria. Para ela a alegria foi multiplicada, já que seu marido, três filhos, uma nora e oito netos também mudarão de vida graças ao Prourbis. “Antes tínhamos até medo de sair de casa. Na última cheia, por exemplo, perdemos tudo e só sobrou um guarda roupa. Agora estamos todos muito felizes. É um sonho que se realiza”, comemorou.

Quem também viveu às margens do igarapé do Mindu e já sonha com um futuro melhor é a dona de casa Maricleia Gaspar, de 39 anos. “Daqui pra frente é construir uma nova vida, sem medo de ver tudo ir embora com a primeira chuva. Já tenho planos de arrumar um emprego e dar um futuro melhor para os meus filhos”, contou.

Novas parcerias

De acordo com o coordenador geral do Prourbis, Claudemir Andrade, o ganho social proporcionado pelo programa chamou atenção do BID que, além de financiar as obras em andamento, já estuda a possibilidade de financiar novas parcerias. “São mais de 40 ruas que estão sendo totalmente recuperadas, levando mais qualidade de vida para a população. Ao fim dessa primeira etapa, pretendemos dar continuidade na parceria, ampliando as obras de inclusão socioambiental para outros bairros”, destacou.

Na avaliação de Daniela Marques, representante do BID e que está na capital para acompanhar o desempenho do projeto, o Prourbis é de grande relevância social e vem para diminuir o déficit habitacional existente em Manaus. “Estamos com equipes muito dedicadas envolvidas nessas obras para que tudo seja cumprido conforme o projetado e com um melhor impacto para a cidadania. O programa tem se mostrado uma ótima solução para problemas sociais que há anos estavam sem solução”, conclui a representante.

Além da construção dos conjuntos habitacionais, o Prourbis está realizando a completa revitalização do bairro com a recuperação de todas as suas 45 ruas e calçadas, e ainda, a criação de um complexo social equipado com uma creche para 150 crianças, um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) também abasteceu a área com mudas e apoiou os projetos de arborização de três dos quatro conjuntos habitacionais do Prourbis. Foram plantadas, no total, 190 árvores e 740 mudas ornamentais. Na avenida Pirarucu foi feito um trabalho de requalificação ambiental com 50 mudas plantadas nas novas calçadas.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here