Cidades

Prefeitura desliga postes com iluminação artística devido a cheia

FOTO: Márcio Melo / Semcom

Como medida preventiva e por segurança, devido a cheia do rio Negro que atinge a cidade, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), junto à Unidade Gestora de Abastecimento de Energia Elétrica (UGP-Energia), iniciou nesta segunda-feira, 31/5, o desligamento da iluminação artística de 70 postes na região central da avenida Eduardo Ribeiro, no entorno do Relógio Municipal e da Catedral Metropolitana de Manaus Nossa Senhora da Conceição. A ação visa evitar qualquer tipo de incidente em que os postes em metal são condutores de corrente elétrica, o que em contato com a água pode colocar em risco quem circula pelo local.

De acordo com Elson Ferreira, superintendente da UGP, a ação é temporária e visa exclusivamente evitar incidentes com descargas elétricas em virtude de o posteamento estar todo embaixo d’água.

“O prefeito David Almeida tem vindo todos os dias ao Centro acompanhar os trabalhos de enfrentamento dessa grande cheia, e percebeu o perigo que são os postes que estão embaixo d’água. Com isso nos determinou que desligássemos com urgência, para evitarmos qualquer incidente. Estamos cumprindo, mas ressaltamos que o local receberá iluminação provisória”, conclui Ferreira.

Para que a região não fique sem iluminação pública, a Prefeitura de Manaus irá instalar holofotes provisórios em pontos não alagados, e o local continuará iluminado, sem prejuízos à população.

Para Luiz Claudio Silva, que trabalha na área como ambulante, a ação é importante, pois demostra o cuidado que a gestão está tendo nesse período atípico com a cheia do rio Negro.

“É muito perigoso ficarmos com essa iluminação. Desligá-la é uma ação preventiva importante e estou feliz em saber que a prefeitura já está agindo. Com toda certeza evitará incidentes”, falou Silva.

Deixe um comentário