Prefeitura de Parintins monitora água da cheia para evitar doenças

Os órgãos de saúde estão atentos aos afluentes do Rio Madeira onde houve suspeita da cólera

Os órgãos de saúde estão atentos aos afluentes do Rio Madeira onde houve suspeita da cólera
Os órgãos de saúde estão atentos aos afluentes do Rio Madeira onde houve suspeita da cólera
A Vigilância Epidemiológica de Parintins está atenta aos casos de diarreia que estão acontecendo neste período do ano em razão da subida do nível do rio, o que causa em alguns casos a contaminação da água. De acordo com o coordenador do órgão, Sipriano Ribeiro, o monitoramento vem sendo feito nos Centros de Saúde com a finalidade de fazer um levantamento dos casos e buscar, por meios preventivos, prestar toda assistência aos pacientes que se encontrarem com doenças diarreicas.

Sipriano disse que os órgãos de saúde estão atentos e vão manter um monitoramento para evitar qualquer suspeita de cólera por conta da água que desce dos afluentes do Rio Madeira onde houve suspeita da doença. “Não é só o aspecto da contaminação da água que deve ser observado, mas também a questão do deslocamento humano de uma cidade para outra”, comentou o coordenador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here