Prefeitura dá início à campanha de combate à violência sexual e trabalho infantil

Foto: Márcio James/Semcom

O momento para cair na folia chegou, e ao som das famosas marchinhas de Carnaval, a Prefeitura de Manaus deu início à campanha municipal de Combate ao Abuso, à Exploração de Crianças e Adolescentes e ao Trabalho Infantil. O lançamento aconteceu no parque Cidade da Criança, bairro Aleixo, zona Centro-Sul.

A campanha institucional é coordenada pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), em parceria com o Fundo Manaus Solidária, além do Juizado da Infância e da Juventude, Conselhos Tutelares e sociedade civil.

“Todos nós estamos aqui para proteger as nossas crianças, elas não devem ser tratadas como objeto. Nesse Carnaval nós somos os heróis e por isso levantamos a bandeira da família, que é o alicerce para a construção de um novo futuro. Denuncie! E assim podemos salvar mais vidas”, declarou a titular da Semasc, Conceição Sampaio.

A programação do evento contou com apresentações de fanfarras, brincadeiras e a animação das crianças e idosos dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

“O fundo é parceiro da Semasc em todas as ações envolvendo crianças e adolescentes. Essa é uma preocupação da Prefeitura de Manaus, que investe nessa área, pois entendemos que a criança precisa de proteção e fazemos parte dessa rede de proteção garantindo direitos”, destacou a vice-presidente do Fundo Manaus Solidária, Mônica Santaella.

Com a proposta de oferecer um Carnaval seguro para o público infantojuvenil, as ações estarão presentes em 12 bandas e blocos de Ruas, além dos dois dias de desfiles das escolas de samba, no Sambódromo, na zona Centro-Oeste.

“O Conselho Tutelar é a primeira porta a ser batida quando se constatam violações de direitos envolvendo crianças e adolescentes. Nessas datas estamos renovando o compromisso com a infância e a adolescência, mas é importante lembrar que a sociedade também faz parte desse papel, denunciando”, destacou o coordenador dos conselheiros tutelares, Francisco Amaral.

Atuação

Os servidores estarão sensibilizando e orientando os foliões, durante todo o período da campanha, sobre a exploração sexual e trabalho infantil, proibição da venda de bebida alcoólica e cigarro para menores de 18 anos, além de divulgar os números dos disques-denúncias municipal e nacional.

Para o pequeno Mateus Luan, 11 anos, a campanha traz uma mensagem muito importante. “Para a criança que é vítima de abuso, essa ação faz com que ela tenha forças para denunciar e se livrar desse crime. Por isso é importante que todas as crianças sejam protegidas”, disse.

Dados

Em 2019, o Disque-Denúncia da Semasc, recebeu 183 registros de exploração do trabalho infantil, 49 denúncias de abuso sexual e 6 de exploração sexual. Por isso, a participação do folião é de suma importância. Ao presenciar qualquer violação de direitos contra crianças e adolescentes durante os eventos, o mesmo pode ser comunicado pelo 0800-092-1407 (Disque-Denúncia), 0800-092-6644 (Disque-Direitos Humanos), Disque 100 (Nacional) ou procurar a equipe da Semasc durante os eventos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here