Prefeitura beneficiará mais de 13 mil alunos com o projeto English For Kids em 2020

Foto: Cleomir Santos / Semed

A Prefeitura de Manaus beneficiará, em 2020, aproximadamente 13 mil alunos, de 35 escolas da rede municipal de ensino, com o projeto English For Kids, coordenado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). O número foi divulgado nesta sexta-feira, 13/3, durante a reunião pedagógica realizada no Espaço Ecam, no Manauara Shopping, zona Centro-Sul, que contou com a presença de assessores das Divisões Distritais Zonais (DDZs), professores e estagiários.

O projeto English For Kids foi implantado em 2013 na rede municipal de ensino na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto e, até o ano passado, atendeu aproximadamente 18 mil alunos da educação infantil e do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

O English For Kids tem como objetivo o ensino da língua inglesa como disciplina, conforme Lei Municipal nº 374 de 23/06/2014. As aulas são ministradas por estagiários da graduação de Letras Língua Inglesa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Uninorte, além de professores efetivos da Semed. O projeto acontece em escolas que possuem laboratórios equipados com as mesas educacionais E-Blocks ou que reservam espaços e horários para o desenvolvimento das aulas, organizando o Horário de Trabalho Pedagógico (HTP) das unidades.

A aula inaugural do projeto English for Kids este ano será no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) José Érico, bairro Educandos, zona Sul da cidade, na próxima quinta-feira, 19/3, às 14h.

Encontros

Ao longo do ano serão realizadas um total de quatro reuniões pedagógicas e quatro formações. O material didático é disponibilizado pelas editoras parceiras como Moderna, FTD, Livraria MVT, além da Escola de Idiomas Emabassy e International Tesol Training Institute (ITTI), que também ajuda nas formações para professores e estagiários.

A assessora pedagógica da Divisão de Ensino Fundamental (DEF) da Semed e coordenadora do projeto, Kátia Florêncio, destacou a importância da reunião com os educadores envolvidos nas atividades que serão realizadas no ano letivo.

“Estamos dando largada as nossas aulas do projeto para este ano. Nossa primeira reunião tem como objetivo principal conhecer os novos professores e estagiários e interagir com os demais sobre vários assuntos. É um ano de bastante desafios, mas no final vamos conseguir atingir nossos objetivos”, afirmou.

Em 2020, participam 45 professores e mais três estagiários, sendo que estes recebem uma bolsa de R$ 600 e mais ajuda de transporte de R$ 132,00 por um ano, podendo ser prorrogável por mais um.

Os novos professores e estagiários do projeto foram apresentados oficialmente na reunião pedagógica, que contou ainda com a entrega do material didático, orientação sobre o envio das planilhas, planejamentos, construção de horários, relatórios (apenas para estagiários e bimestrais), visitação a espaços temáticos, entre outros assuntos pertinentes ao trabalho pedagógico do projeto durante o ano letivo.

O assessor pedagógico interdisciplinar da DDZ Sul, Leandro Lopes, disse que oito escolas fazem parte do projeto da divisão. Para ele, é importante a reunião com todos, por isso, fez questão de acompanhar para saber mais sobre isso.

“O trabalho da divisão é bastante intenso, porque acompanha diariamente o projeto sobre o quantitativo, quantas escolas participam, quantos alunos estão se beneficiando com projeto em relação à produtividade, enfim, como está acontecendo e se o aluno está aprendendo realmente o idioma. O objetivo da divisão é ajudar as escolas e o projeto a ser eficiente em benefício de um aprendizado melhor”, contou.

A professora de língua inglesa, Sheila Fernandes Vinhote, da escola municipal Rainha dos Apóstolos, localizada na BR 174, km 23, zona rodoviária, disse que trabalha com 165 alunos do 1º ao 5º ano e que o encontro é fundamental para o desenvolvimento das atividades.

“No projeto, as aulas são mais lúdicas, envolvem muita música, encenação e brincadeira. É uma aula atrativa, o aluno fica muito feliz em participar. Eles guardam com muita ansiedade, enquanto a aula não começa, ficam perguntando nos bastidores quando vai começar. É muito importante, eles gostam e é bem atrativo mesmo”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here