Prefeito faz inspeção final no Mercadão durante a madrugada

Os trabalhos superaram as expectativas, confessa Artur Neto
Os trabalhos superaram as expectativas, confessa Artur Neto

O prefeito de Manaus, Artur Neto,  fez a inspeção final do Mercado Municipal Adolpho Lisboa, antes de ser entregue de volta à população. Os últimos ajustes foram fiscalizados já nos primeiros minutos desta quarta-feira (23), quando o prefeito foi ao local acompanhar os testes de iluminação e retoques de pintura e limpeza estavam sendo feitos. A solenidade de descerramento da placa de reabertura do prédio está marcada para às 20h de hoje.

Arthur Neto disse que tinha certeza que cumpriria o prazo de entrega do Mercadão, mas confessou que os trabalhos superaram as expectativas. Questionado se estava ansioso, o prefeito disse que na verdade estava se sentindo feliz e já pensa em outros planos para resgatar o Centro da cidade, como a reforma da Praça da Matriz.

Artur ao lado do sino que sempre era tocado quando a Vigilância Sanitária chegava ao Mercadão
Artur ao lado do sino que sempre era tocado quando a Vigilância Sanitária chegava ao Mercadão

“Tenho certeza que aqueles que apostarem contra nós vão perder. Isso aqui é um marco para nossa administração. Foi feito em oito meses. Muita gente pensava que não conseguiríamos. É uma coisa que vai ficar na cabeça de todos. Uma vez um permissionário me disse que não havia tempo. Eu disse que se Brasília foi feita em cinco anos, como é que não era possível reabrir o Mercadão antes do aniversário da cidade? Daqui pra frente mais coisas boas virão”, disse.

Quando conhecia o sino que era tocado todos os dias, sempre que a Vigilância Sanitária chegava, e o material usado para expor as carnes no Mercadão, o prefeito foi surpreendido pela visita do empresário José Azevedo, proprietário de uma rede de lojas na cidade. Ele parabenizou Arthur Neto pelo resgate da história de Manaus e disse que foi ao local pessoalmente ver como estavam as obras.

O empresário José Azevedo relembra o tempo em que vinha comprar mingau para os funcionários no Adolpho Lisboa
O empresário José Azevedo relembra o tempo em que comprava mingau para os funcionários no Adolpho Lisboa

“Eu vinha sempre ao mercado comprar mingau para mim e meus funcionários. A história de Manaus ficou muito tempo perdida. É uma questão de querer e de amor por tudo isso”, disse ele, que está com 80 anos e que no dia 3 de novembro completa 79 anos de desembarque no porto do Centro, vindo de Portugal.

Ainda dentro do prédio, Arthur foi abraçado por trabalhadores e chegou a se emocionar quando recebeu abraços de operários que disseram que sentem honrados em participar das obras de restauro do Mercadão.

A festa que marca a reabertura do Mercado Adolpho Lisboa começa às 17h30. Às 20h haverá a solenidade oficial, com a presença de autoridades. Meia-noite acontece a queima de fogos. As primeiras comprar no mercadão poderão ser feitas nas primeiras horas do dia 24, no aniversário de Manaus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here