Prefeito e presidente da CMM apresentam projeto de Minivila Olímpica

Arthur Neto
Arthur Neto
Arthur Neto

O prefeito Arthur Virgílio Neto e o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto, apresentaram, ontem, 11, o projeto da nova Minivila Olímpica do Santo Antônio, zona Oeste. A obra, orçada em R$ 2.921.436,09 milhões, será paga com recursos da CMM. Agora, o projeto vai para fase de licitação, que será realizada pela Prefeitura.

Ver. Wilker Barreto
Ver. Wilker Barreto

O projeto foi apresentado aos vereadores, secretários municipais e convidados, durante coletiva à imprensa, realizada no Parque Municipal do Mindu, na zona centro-sul. De acordo com o prefeito, esta é a primeira vez, em todas as administrações, que o poder Legislativo Municipal repassa recursos para uma obra que é de interesse não só da CMM, por conta do estacionamento amplo, e do poder executivo, por beneficiar a população.

“Inverteram a mão desta vez mostrando, a exemplo do que a gente faz na prefeitura, que eles (vereadores) também têm preocupação com a contenção de gastos e com priorização de recursos para investimentos em coisas boas. Podemos citar a elaboração de cursos, a instalação da emissora de televisão da CMM e agora para a restauração de uma minivila olímpica, que era motivo de preocupação e agora será reformada”, comentou Arthur.

Conforme o prefeito, o projeto básico do complexo esportivo foi elaborado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para melhor atender com atividades esportivas moradores do Santo Antônio, Manda Brasa, Glória e São Raimundo, todos na zona Oeste. De acordo com Arthur Neto, a meta é entregar a obra completa entes do Réveillon.

pro3

Segundo o presidente da CMM, Wilker Barreto, a iniciativa contou com o apoio de todos os vereadores. Ele destacou que a Câmara fez um esforço muito grande para poder poupar recursos, principalmente, neste período de crise para que o poder legislativo municipal pudesse devolver à sociedade manauara o espaço que estava em situação precária.

“Eu diria que é um investimento, é uma contribuição que a Câmara de Manaus dá para a sociedade manauara devolvendo este importante equipamento de esporte e lazer”, afirmou Wilker.

Projeto

Todo o projeto básico foi elaborado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). De acordo com o subsecretário de obras públicas, Antônio Nelson, será construído um estacionamento com 82 vagas em áreas que não eram ocupadas, que vai beneficiar a Câmara Municipal de Manaus no horário de expediente, além de suprir os frequentadores da minivila olímpica.

Além do estacionamento, a obra contempla a cobertura da quadra de futsal, a implantação de nova iluminação, a revitalização da piscina, cobertura da arquibancada, reforma de banheiros e vestiários e a instalação de rampas. Serão construídas estruturas com alojamento para receber a guarda municipal, que vai garantir apoio de segurança aos frequentadores.

Como novidade, será construído um Centro de Convivência para possibilitar novas atividades. Segundo o subsecretário, o parque já contava com campo de futebol, quadras, piscinas e precisava de um espaço mais voltado às pessoas da terceira idade.

“Então, a gente sentiu falta deste centro para poder oferecer também atividades à terceira idade, claro, que com locais cobertos. Além de todas essas intervenções, vamos fazer uma grande reforma no local. Vamos pintar toda a vila e fazer uma readequação no campo e nas quadras”, garantiu ele.

De acordo com Nelson, o projeto agora vai para a fase de licitação, que será realizada pela Prefeitura de Manaus. Ele explicou que a tramitação deve dura cerca de 60 dias e, após o processo licitatório, as obras iniciam de imediato com conclusão prevista para 180 dias, conforme determinado pelo prefeito Arthur Neto.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here