Investigação

Prefeito de Urucurituba é preso em operação do MP-AM

O Gaeco investiga o direcionamento de licitações e lavagem de dinheiro, além de enriquecimento ilícito através de contratos irregulares para coleta de lixo.

Na manhã desta quarta-feira (28), o prefeito de Urucurituba, José Claudenor de Castro Pontes, foi preso em Manaus durante a Operação Coleta de Luxo realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado) do MP-AM (Ministério Público do Amazonas).

A operação investiga o direcionamento de licitações e lavagem de dinheiro, além de enriquecimento ilícito. Segundo o Gaeco, ação teve desdobramentos nos municípios de Itacoatiara e Urucurituba.

Foram cumpridos três mandados de prisão e sete de busca e apreensão. José Júlio de Castro Pontes, irmão do prefeito e representante do município em Manaus, e Eliana da Cunha Melo, secretária de Finanças de Urucurituba, também foram alvos da operação que envolve contratos irregulares para coleta de lixo naquele município.

Deixe um comentário