Prédio do Ibama é incendiado por garimpeiros, em Humaitá

(Fotos: Divulgação)
(Fotos: Divulgação)

Um grupo de garimpeiros, com apoio de parte da população do município de Humaitá ( localizado a 591 km de Manaus), ateou fogo em veículos e nos prédios do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) na tarde desta sexta-feira (27). 

De acordo com moradores de Humaitá, a situação está descontrolada e a polícia militar, mesmo com poucos policiais, tenta controlar os ânimos.

Segundo o funcionário público, Wanderley Barros, a revolta popular iniciou após garimpeiros do município serem abordados por uma equipe do Ibama no rio Solimões. 

“O garimpeiro me disse que eles estavam trabalhando legalmente na região quando uma equipe do Ibama chegou e ordenou que todos deixassem a balsa. Logo depois, os fiscais atearam fogo na embarcação com todos os equipamentos. Os garimpeiros voltaram para Humaitá e seguiram para os prédios do ICMbio e do Ibama, onde incendiaram as viaturas e os prédios”, relatou. 

O prédio do Ibama fica localizado na rua Transamazônica e o Icmbio na travessa Júlio de Oliveira e foram destruídos pelo fogo. Ainda não dá para avaliar o prejuízo da manifestação.

A reportagem tenta contato com os órgãos e com a PM para obter mais detalhes sobre a suposta abordagem e a situação no município. Não há informações sobre feridos.

O capitão do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (Cbmam), Janderson Lopes, informou que as pessoas se revoltaram após a apreensão da balsa, que estaria transportando os garimpeiros para uma área de preservação. A extração na área escolhida pelos trabalhadores é considerada ilegal pelo Ibama. / Por Em Tempo

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here